FGV Social lança livro sobre os Impactos Sociais da Rio2016

Acesse o site bilíngue com resumos, dados interativos e trechos do livro

Escrito por Redação 03/08/2021 10:20, atualizado em 03/08/2021 13:04
Jogos Olímpicos 2016
Jogos Olímpicos 2016 . Foto: Divulgação

Os Jogos Olímpicos do Rio aconteceram em meio a enormes desafios econômicos e persistentes desigualdades. De forma contrária a todas as experiências olímpicas anteriores, o Brasil enfrentou a pior recessão econômica de sua história durante a fase final da etapa de preparação para os Jogos. Além disso, a queda nos preços do petróleo e diversos escândalos de corrupção aceleraram a derrocada do Estado do Rio de Janeiro. O livro '"Evaluating the Local Impacts of the Rio Olympics"' avalia especificamente a performance social da população da cidade do Rio em relação a grupos de controle (seja a cidade de São Paulo ou a periferia metropolitana do Rio); cobrindo aspectos tradicionais ligados ao legado das Olimpíadas, como turismo, infraestrutura urbana e esportes; incluindo também aspectos cotidianos da vida na cidade, como educação, emprego e moradia; analisando em detalhes temas sensíveis aos Jogos no Rio, como mobilidade, gentrificação e a poluição da Baía de Guanabara. Os autores buscaram comparar as Olimpíadas do Rio com outras experiências olímpicas e analisando se e como os Jogos serviram à cidade, oferecendo evidências científicas a partir de microdados públicos sobre o município do Rio de Janeiro.

Além de uma análise ampla baseada em diversas dimensões objetivas durante o período de megaeventos na cidade, o livro destaca a importância de acompanhar como a percepção da população sobre a oferta de diferentes políticas e serviços públicos evoluiu em relação às demandas da população. Complementar dados objetivos com dados subjetivos porque esses dois tipos de evidência nem sempre caminham lado a lado em períodos de marcadas mudanças econômicas, difusão do uso de redes sociais e grandes protestos de rua. O livro sugere que o período de megaeventos deu início a uma nova era na terra do Carnaval e em outras cidades.

"O impacto social das olimpíadas é de difícil identificação, pois há várias influências operando simultaneamente. A rigor é impossível separar o efeito do evento externo olimpíada da gestão interna do mesmo. O que podemos fazer é precisar o que houve depois do anúncio e comparar com o que vinha acontecendo antes do mesmo. Esse simples exercício se mostrou um poderoso instrumento para analisar o legado social da Rio2016. O Rio ganhou a disputa para ser sede dos Jogos Olímpicos de 2016 contra cidades globais como Chicago, Madri e Tóquio não pela sua infraestrutura ou economia já estabelecidas. Mas sim pela capacidade das Olimpíadas reverterem uma tendência prévia de deterioração da cidade, deixando um legado para seus cidadãos", explica o organizador Marcelo Neri.

A apresentação se centrará nas mudanças de uma miríade de indicadores sociais locais antes e depois do anuncio da sede Olímpica de 2016. A pesquisa disponibiliza site bilíngue com textos, slides, vídeos e bancos de dados interativos e amigáveis. Estes dispositivos permitem o cruzamento de indicadores por atributos diversos (renda, gênero, faixa etária, ocupação, tipo de moradia, etc.) e transformar informações em conhecimento próprio. Acesse o site bilíngue do livro com resumos, dados interativos e trechos do livro em

https://www.fgv.br/cps/LivroRio2016

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas