Família cria vaquinha para custear prótese de professora vítima de acidente de trânsito

Os médicos acreditavam que Renata não sobreviveria

Escrito por *Beatriz Machado 29/07/2021 18:01, atualizado em 29/07/2021 18:46
Vítima de acidente grave no Gradim
Vítima de acidente grave no Gradim . Foto: Divulgação

A família da professora Renata Goulart, de 22 anos, pede ajuda. Moradora da Covanca em São Gonçalo, ela foi vítima de um acidente de carro envolvendo embriaguez por parte do outro condutor. 

Renata e seu marido voltavam para casa no dia 8 de julho, quando um carro em alta velocidade bateu no carro deles arremessando o veículo contra um caminhão que estava na frente. O caso aconteceu no altura da entrada para o bairro Gradim. Nos exames posteriores, foi constatado álcool no sangue do motorista que provocou o acidente. 

"No local do acidente, ela perdeu uma perna, e a outra foi pendurada para o hospital, os médicos não conseguiram recuperar. Sendo assim, ela agora se encontra sem os dois membros. Os médicos que a atenderam, assim que ela acordou, foram visitá-la, dizendo que precisavam ver para acreditar que ela estava realmente viva, pois achavam que dificilmente sobreviveria. Ela perdeu muito sangue, precisou de transfusão. A cirurgia demorou 10 horas e contou com uma equipe enorme. Agora ela está em casa, porém o meu cunhado segue internado", contou a irmã da vítima.

O marido de Renata também sofreu um corte profundo na perna e levou 180 pontos. Ele já fez cinco cirurgias, e fará mais algumas. Ainda não tem previsão de alta.

"Graças a deus e a ajuda de muita gente incrível conseguimos arrecadar o material para o curativo deles, as cadeiras dela e os medicamentos. Agora estamos focados em arrecadar dinheiro para a compra das próteses e para os tratamentos q serão necessários", completou a irmã, que criou a vaquinha.

Para ajudar com qualquer valor, a contribuição pode ser feita via pix. Chave celular: 21987356837 (Karen Lohanna de Almeida Goulart).

*Sob supervisão de Cyntia Fonseca

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas