Mais de 50 mil pacientes passaram pelo Heat no primeiro semestre de 2021

O Heat é especializado no atendimento de alta complexidade

Escrito por Redação 26/07/2021 09:04, atualizado em 26/07/2021 10:32
Foram realizados mais de 440 mil exames laboratoriais e 54 mil de imagens
Foram realizados mais de 440 mil exames laboratoriais e 54 mil de imagens . Foto: Divulgação

Mais de 54 mil pacientes foram atendidos nos setores de urgência e emergência, centro de trauma e ambulatório de pós operatório do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), em São Gonçalo, no primeiro semestre deste ano. O número de exames realizados na unidade também chama a atenção. Foram mais de 440 mil exames laboratoriais e 54 mil de imagens, entre eles de tomografia computadorizada e ressonância magnética. O Heat é especializado no atendimento de alta complexidade a pacientes com múltiplos traumas, conta com tecnologia de ponta e é referência no Estado do Rio de Janeiro quando o assunto é salvar vidas. 

No mesmo período, a unidade também realizou mais de 15 mil cirurgias, entre urgência e emergência, urgência 

programada, ambulatorial, ortopédica, neurocirúrgica e de grandes queimados. "São centenas de profissionais envolvidos 24 horas por dia, para garantir um atendimento rápido, eficaz e humanizado ao paciente. Vamos continuar investindo na qualidade de nossos serviços, buscando sempre novas tecnologias, para prosseguirmos desempenhando um papel relevante na saúde pública", garante o diretor do Heat, Raphael Riodades. 

O Hospital Estadual Alberto Torres tem duas portas de entrada: o Centro de Trauma e a unidade de urgência e emergência. Os pacientes são atendidos de acordo com os protocolos de classificação de risco. A unidade conta com um heliponto, onde desembarcam pacientes extremamente graves, resgatados dos mais diferentes pontos do Estado do Rio de Janeiro. Por um corredor exclusivo, este paciente é levado diretamente ao Centro de Trauma, onde uma equipe especializada de profissionais o aguarda. 

Entre os 54 mil pacientes assistidos no Heat está Andre Oliveira Bucedi, de 20 anos, vítima de acidente de moto. Socorrido pelo Corpo de Bombeiros, deu entrada no Centro de Trauma na noite do último dia 16 e passou por três procedimentos cirúrgicos.  A família do André acompanhou todo o atendimento prestado a ele e esta semana foi até o hospital com faixas para agradecer aos profissionais. 

"Nosso filho recebeu e está recebendo toda a atenção e atendimento desde a sua chegada ao hospital. Não temos do que reclamar. Pelo contrário, só temos a agradecer a toda equipe médica, de enfermagem e pessoal de apoio. Fizemos estas faixas para agradecer por todo carinho e atenção dada ao nosso filho. Que Deus abençoe a todos vocês", agradeceram os pais do André, Angel e Lilian Bucedi.    

A estrutura do Heat é composta por 243 leitos com perfil de alta complexidade, entre enfermarias clínico-cirurgicas, salas de cuidados intensivos e semi-intensivos, isolamentos, leitos de apoio a emergência e de CTIs adulto e pediátrico. A unidade mantém um moderno centro de imagens com ressonância magnética, tomografia computadorizada, raio x, ecocardiograma, eletrocardiograma, ultrassonografia, ecodoppler,  endoscopia, colonoscopia e broncoscopia. O hospital também mantém um amplo e moderno laboratório, banco de sangue, farmácia, almoxarifado, refeitório, área de convivência e uma brinquedoteca, que garante um atendimento humanizado às crianças internadas nas enfermarias e no CTI pediátrico.

O Hospital Estadual Alberto Torres é administrado pelo Instituto de Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde (Ideas) em parceria com a secretaria estadual de Saúde (SES).

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas