Ex-capa da playboy é condenada a 8 anos de prisão

Pâmela Pantera responde a tráfico e associação para tráfico

Escrito por Redação 22/07/2021 09:49, atualizado em 22/07/2021 11:53
Pâmela Pantera
Pâmela Pantera . Foto: Divulgação

Flávia Tamayo, mais conhecida como Pâmela Pantera, foi condenada a oito anos de prisão por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A mulher foi presa em julho do ano passado em uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e deve cumprir a pena em regime semiaberto. As informações são do Metrópoles.

De acordo com informações da 5ª DP (Área Central), Flávia fazia parte de um grupo de garotas de programa de luxo do Setor Hoteleiro Norte da capital federal. A quadrilha atuava oferecendo serviços de acompanhamento regados à cocaína e haxixe para clientes de alto poder aquisitivo. No caso de Tamayo, cada programa incluso de entorpecentes custava em média R$1.000.

Nascida em São Paulo, Flávia foi capa de edições nacionais e internacionais de revistas masculinas famosas, como a Playboy (Portugal) e a Sexy, e chegou a conquistar o título de “Miss Bumbum Distrito Federal”. Além disso, ela também estrelou filmes eróticos da franquia “Brasileirinhas”, onde ganhou o apelido de Pâmela Pantera. Contudo, segundo as investigações, há cerca de três anos a ex-coelhinha da Playboy passou a se prostituir e vender drogas.

Flávia foi presa em Vitória, no Espírito Santo, durante uma ação da “Operação Rede” que contava com mais de 200 policiais e na qual foram cumpridos 37 mandados de busca e apreensão e prisão. Com ela foram apreendidos uma pequena quantidade de narcóticos para consumo próprio, além de uma quantidade não especificada de dinheiro e um celular.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas