Trabalhadores da limpeza urbana de Niterói discutem paralisação nesta quarta

Assembleia será realizada em frente à prefeitura de Niterói

Escrito por Redação 15/06/2021 16:04, atualizado em 15/06/2021 16:46
Categoria cobra reajuste salarial
Categoria cobra reajuste salarial . Foto: Divulgação

O Sindicato de Trabalhadores de Asseio e Conservação (Sintacluns) convocou uma assembleia de funcionários da Companhia Municipal de Limpeza Urbana de Niterói (Clin) e da empresa pública de engenharia ambiental (Econit) em frente à prefeitura de Niterói nesta quarta-feira (16). Na pauta, a categoria discutirá a possibilidade de paralisação do serviço e greve.

De acordo com o sindicato, a assembleia ocorrerá em reivindicação ao reajuste salarial referente aos anos de 2021 e 2022. Os trabalhadores discutirão sobre a possibilidade de paralização e greve para pressionar o prefeito de Niterói, Axel Grael, a cumprir o reajuste.

O sindicato também afirmou que Axel Grael não cumpriu um acordo com os trabalhadores, conforme um ofício onde o prefeitura pediu dez dias para dar resposta sobre o reajuste salarial. Até o momento, nenhuma proposta foi enviada à categoria.

Em nota, a Companhia de Limpeza de Niterói (Clin) informou que "está em contato direto com o Sindicato sobre a atual situação e já encaminhou a proposta de reajuste salarial visando a celebração do Acordo Coletivo de Trabalho do ano vigente."

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas