Bolsonaro refere-se ao imunizante do Butantan como ‘Mandrake de São Paulo'

Presidente fez críticas ao governador de SP, em live nesta quinta-feira

Escrito por Redação 23/04/2021 13:57, atualizado em 23/04/2021 14:49
Comentário foi feito em live com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.
Comentário foi feito em live com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. . Foto: Reprodução/Redes Sociais

Durante sua live, nesta quinta-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro fez novas críticas a João Doria (PSDB), governador de São Paulo. O chefe do executivo referiu-se ao imunizante contra a Covid-19, desenvolvido pelo Instituto Butantan, Butanvac, como “Mandrake de São Paulo”. As informações são do Metrópoles.

Ao lado do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, o presidente zombou da vacina, pelo fato de a Butanvac utilizar tecnologia de um hospital nos Estados Unidos para confeccionar os imunizantes, questionando se a vacina é realmente “100% brasileira”.

O Instituto Butantan respondeu à questão, dizendo que a fabricação do imunizante será “100% nacional” e que a parceria com o Hospital Mount Sinai, em Nova York, não possui pagamentos de royalties e filiação pode ser realizada “por qualquer instituição de pesquisa em qualquer parte do mundo”.

 “Vamos lá, Marcão. Como é que está nossa vacina brasileira? Essa é 100% brasileira, não é aquela ‘Mandrake’ de São Paulo, não, que tinha os Estados Unidos no meio. Essa é 100% brasileira. Como ela está, qual o nome dela?”, indagou Bolsonaro ao ministro.

O imunizante Butanvac foi divulgado no dia 26 de março pelo Instituto e será a primeira vacina contra a Covid-19 desenvolvida 100% no Brasil. Depois do anúncio, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) solicitou que estudos clínicos fossem feitos em voluntários.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas