Butantan suspende produção da vacina Coronavac devido à falta de insumos

A entrega de imunizantes já produzidos vai seguir

Escrito por Redação 07/04/2021 20:52, atualizado em 07/04/2021 21:45
. Foto: Evelen Gouvêa/Prefeitura de Maricá

O Instituto Butantan informou que irá suspender a produção na vacina Coronavac devido à falta de insumos. Os prazos estabelecidos nos contratos com o Ministério da Saúde serão cumpridos, apesar do atraso. Até o fim de abril, serão entregues 46 milhões de doses.

Havia um prazo para recebimento de matéria-prima para produção do imunizante para o dia 9 de abril. A remessa, que viria da China, foi postergada. O atraso foi comunicado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB) por uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (7).  O atraso da remessa foi provocado pela intensificação da campanha de vacinação na própria China

A previsão de chegada de 6 mil litros do insumo está marcada para o dia 5 deste mês. Com a remessa, será possível produzir 10 milhões de doses. O Butantan está tentando antecipar essa data para retomar a produção.

“O Instituto Butantan informa que é esperado para a próxima semana um novo carregamento de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) de 6 mil litros, correspondentes a cerca de 10 milhões de doses da vacina contra o novo coronavírus. Com isso será possível cumprir integralmente o primeiro contrato com o Ministério da Saúde, totalizando a entrega de 46 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) até 30 de abril”, - comunicou.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas