Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0950 Euro up 5,2616
Search

Família de menino de 7 anos baleado pede ajuda através de vaquinha online

Rafael Capela foi atingido durante um confronto entre a polícia e traficantes no Rio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 03 de março de 2021 - 19:45
Imagem ilustrativa da imagem Família de menino de 7 anos baleado pede ajuda através de vaquinha online

Nesta quarta-feira (03), uma família criou uma vaquinha online para ajudar a custear o tratamento de Rafael Capela, de apenas 7 anos,  baleado durante uma troca de tiros entre policiais e traficantes no morro do Juramento, Zona Norte do Rio. O menino chegou a ficar em estado grave, contudo, ao passar por algumas cirurgias, conseguiu receber alta depois de cerca de um mês.

A família de Rafael clama por ajuda, devido à necessidade do menino de realizar tratamentos específicos para melhor recuperação. Através do link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-para-o-rafael-flavio-passos-de-miranda , é possível colaborar com qualquer valor para auxiliar no tratamento da criança. Serão custeados os exames e a manutenção do carro para que assim seja possível levar Rafael semanalmente à unidade de saúde para as revisões.

De acordo com a família, Rafael ainda possui certa dificuldade em sua locomoção, e necessita de mais cirurgias na bexiga e no intestino. Ainda é preciso que a criança passe pelo processo de retirada dos fixadores nos membros inferiores e no quadril.

“Hoje o Rafael se encontra em casa, se recuperando. Ele está bem, mas está com uma bolsa de colostomia, uma sonda na uretra, alguns fixadores na perna, na bacia. Nós precisamos de ajuda. O pouco que tínhamos está acabando. Eu tive que pedir para sair do meu trabalho para tomar conta do meu filho, e ainda não consegui resolver as coisas para começar a receber. Meu esposo está pelo INSS e o gasto só tem aumentado. É suplemento, leite, fralda, e as coisas, infelizmente, se apertaram. Tentamos prolongar, mas agora precisamos da ajuda de todos. Qualquer ajuda é muito bem-vinda”, relata a mãe de Rafael, Marcele Capela.

O tiroteio

Na manhã do dia 12 de janeiro, Rafael foi baleado quando retornava para sua residência de carro com o padrasto. Segundo informações, o veículo foi abordado por criminosos que fugiam de uma operação no Morro do Juramento. Na ação, houve confronto entre traficantes e a polícia, e Rafael que estava no banco de trás, acabou atingido. 

Matérias Relacionadas