Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

UFF recebe R$18 milhões para construção do prédio de Campos

Recurso foi destinado por seis parlamentares do RJ

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 26 de fevereiro de 2021 - 15:17
Recurso foi destinado por seis parlamentares do RJ
Recurso foi destinado por seis parlamentares do RJ -

A Universidade Federal Fluminense (UFF) conseguiu a liberação de R$ 18 milhões de reais de emenda da Bancada Parlamentar do Estado do Rio de Janeiro para complementar os recursos para a continuidade das obras no novo campus em Campos dos Goytacazes. Esse montante se soma a outros R$ 20,17 milhões que foram destinados à empresa vencedora do certame licitatório no ano passado.

O aporte complementar para o término da construção do Campus Universitário XV de Novembro no município de Campos dos Goytacazes visa a construção dos dois prédios com sete pavimentos. A previsão de encerramento é de 15 meses para serem colocados à disposição da comunidade universitária da UFF. 

A articulação foi possível por intermédio do deputado Chico D’Angelo que foi o principal interlocutor com os parlamentares da bancada e que também alocou sua cota integral de recursos, assim como fizeram também os deputados Talíria Petrone e Jorge Braz. Além desses, foram fundamentais os aportes de 1 milhão de reais cada um dos deputados Molon, Christino Aureo e Clarissa Garotinho.

O reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, comemorou muito a aprovação da emenda parlamentar. “Gostaríamos de agradecer novamente a sensibilidade e o compromisso da Bancada do Rio de Janeiro com a educação. Trabalhamos arduamente no relacionamento institucional com os deputados federais para a liberação desses recursos que eram fundamentais para a finalização das obras no segundo semestre de 2021. Nos adiantamos para dar segurança ao calendário de construção e felizmente tivemos nosso pedido contemplado. Agradeço muito a liderança e generosidade do Chico D'Angelo e também o valioso e determinante apoio dos deputados Taliria, Jorge Braz, Christino, Molon e Clarissa, assim como a colaboração novamente esse ano do prefeito de Campos, Wladimir Garotinho que catalisou esse movimento ano passado.”, agradeceu Antonio Claudio.

Com essa nova liberação de recursos, será garantido o aporte financeiro necessário para dar previsibilidade ao calendário da construção. Isso gera muito otimismo na comunidade acadêmica e também terá um impacto direto na sociedade de Campos. “São ventos de esperança de notícias boas muito necessárias. Com os dois prédios em funcionamento, ofereceremos instalações ideais para aumentar a produção acadêmica da comunidade e o número de atendimentos gratuitos à população, tais como as consultas realizadas no Serviço de Psicologia Aplicada e os acompanhamentos promovidos pelo curso de Serviço Social, a fim de gerar o bem-estar físico, psicológico e a redução de situação de risco, para as comunidades menos favorecidas, o que tem alcançado resultados bastante positivos e o reconhecimento, pelos usuários, de um bom atendimento”. Importa também valorizar o impacto econômico positivo causado pelo empreendimento com geração de emprego, renda e arrecadação de tributos", detalhou o reitor.

Matérias Relacionadas