Jovem de 27 anos cai do 3° andar de hotel após crise de sonambulismo

Caso da fisioterapeuta Talyssa Oliveira aconteceu em Copacabana

Escrito por Redação 23/02/2021 07:41, atualizado em 23/02/2021 08:43
Talyssa Oliveira é fisioterapeuta e tem 27 anos
Talyssa Oliveira é fisioterapeuta e tem 27 anos . Foto: Reprodução/Instagram

Uma fisioterapeuta de Cuiabá, Mato Grosso, caiu do terceiro andar de um hotel em Copacabana, Zona Sul do Rio e está há 15 dias internada em um hospital particular do município. A jovem é Talyssa Oliveira Taques, de 27 anos.

Segundo informações dos familiares, Talyssa trabalha em dois hospitais no Centro-Oeste que são referência no atendimento de casos do coronavírus no estado e vinha de vários plantões seguidos. Por isso, a jovem aproveitou a folga que obteve no fim de semana e viajou para o Rio com os pais e irmãos. No entanto, na primeira noite na cidade, ela teve uma crise de sonambulismo e caiu da janela do 3° andar do hotel que estava.

A mãe de Talyssa, Angélica Oliveira, relatou que a família saiu para jantar em um restaurante e depois da refeição, a jovem foi encontrar uma amiga de profissão que também estava na cidade.

"Elas chegaram no hotel de madrugada. Por volta das 3 horas, a amiga dela dormiu e não viu o que aconteceu. Quando ela acordou, a Talyssa não estava mais no quarto, mas as coisas dela estavam lá. A menina ficou preocupada quando acordou, mas imaginou que ela foi dormir no meu quarto", disse Angélica, em entrevista ao portal G1.

Um dos seguranças do hotel encontrou a jovem caída na entrada do hotel e a socorreu. A mãe contou que Talyssa ficou desacordada por um tempo após a queda, e ao acordar, pediu socorro por não conseguir andar para sair do local.

Por não ter vagas em hospitais públicos do município, Talyssa está internada há 15 dias em um hospital particular. Segundo a mãe da jovem, apesar dela ter um plano de saúde, o convênio não cobriu todas as despesas, que já chegam em R$ 20 mil. Os familiares criaram uma vaquinha online para tentar a transferência de Talyssa para o Mato Grosso.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas