Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Vacinação em SG: fila do drive-thru passa dos 600 metros e população se manifesta: 'É uma bagunça!'

As filas dobravam esquinas no Polo Sanitário Washington Luiz Lopes

relogio min de leitura | Escrito por Renata Sena e Ana Carolina Moraes | 16 de fevereiro de 2021 - 12:27
Filas de carros passavam dos 600 metros de extensão
Filas de carros passavam dos 600 metros de extensão -

O município de São Gonçalo resolveu continuar a vacinação de idosos e profissionais da saúde nesta terça-feira (16) de Carnaval, mas parece que o que deveria ajudar a população está é causando o desconforto daqueles que precisam do imunizante. Nesta manhã, ao invés dos sorrisos dos idosos imunizados com a vacina, aqueles que iam de carro até o o Polo Sanitário Washington Luiz Lopes, para vacinar idosos pelo drive-thru, encontravam filas enormes, que chegavam ao bairro do Rocha, tendo, ao todo, mais de 600 metros de extensão. 

"Estamos na fila há mais de 25 minutos. Meu pai tem 89 anos e minha mãe 82. A fila tá andando, embora bem devagar. Tomara que a fila leve até a vacina realmente", comentou um homem, que veio do Rio para vacinar os pais, que são moradores da cidade. Apesar do tempo longo, eles ainda não estavam nem no meio da fila do polo localizado no bairro Zé Garoto.

A aglomeração em meio à pandemia é assustadora. Com ruas de difícil acesso, aqueles que utilizavam automóveis para levar os idosos até a vacinação, se mostravam indignados com a situação. A maioria estava na fila desde às 9h.

"Eu trouxe minha mãe de 84 anos para vacinar. Estamos na fila já faz 1h45min e ela ainda não foi vacinada. Eu aguento essa fila, agora ela com 84 anos não aguenta. Imagina, então, as outras pessoas. Está difícil! Não tem uma logística boa, é uma bagunça! Estamos na rua aqui deserta, você não vê um guarda municipal dando um apoio. É uma rua de difícil acesso e chega aqui as enfermeiras ainda ficam reclamando que estamos no local, ta horrível isso aqui", afirmou o militar João Cunha, de 59 anos.

Filas a pé 

Por volta das 10h, a fila de pessoas a pé na frente do mesmo polo, localizado no bairro Zé Garoto, era tão grande, que, para ajudar os idosos a se protegerem do sol, enfermeiros montaram uma espécie de acampamento. Muita gente usava panos e guarda-chuvas para se proteger dos raios ultravioletas. A aglomeração em meio à pandemia preocupava famílias. 

Idosos ansiavam pelo imunizante
Idosos ansiavam pelo imunizante |  Foto: Leonardo Ferraz
 

No entanto, por volta das 11h30, as filas de pessoas a pé no local já haviam cessado, diferente da fila do drive-thru, que continua dobrando esquinas. 

Por volta das 11h30, as filas daqueles que iam se vacinar a pé estavam vazias
Por volta das 11h30, as filas daqueles que iam se vacinar a pé estavam vazias |  Foto: Leonardo Ferraz
 

As pessoas que conseguiram ser imunizadas celebraram o momento. 

O idoso Sebastião Roza, de 86 anos, foi até o polo se vacinar sozinho e celebrou. "Eu vim sozinho tomar vacina, eu e Jesus", afirmou ele. Sobre o que pretende fazer quando puder voltar às ruas após a pandemia, ele explica que tem a saúde de ferro e faz tudo o que quer nas ruas. "O que me estraga é artrite e artrose, mas o resto eu faço tudo, posso até voltar a ser torneiro de navio. A vacina veio só pra complementar a saúde", contou o torneiro mecânico.

Idosos celebravam a vacinação
Idosos celebravam a vacinação |  Foto: Leonardo Ferraz
 

Já Ana Maria, de 83 anos, demorou para confiar no imunizante, mas, mesmo assim, foi até o polo em questão e se vacinou. "Eu não queria tomar a vacina, tinha medo, mas a família me obrigou. Agora que tomei, no entanto, me sinto segura e venho tomar a segunda dose", contou ela.

Confira o calendário de vacinação da prefeitura de São Gonçalo para os idosos nos próximos dias: 

Na quarta-feira de Cinzas (17) a vacinação segue para os idosos a partir dos 83 anos e, na quinta-feira (18), entram os idosos a partir de 81 anos. Além dos idosos, profissionais de saúde com mais de 60 anos, que trabalham em hospitais da cidade ou que moram em São Gonçalo e atuam em hospitais de outras cidades também podem se vacinar. São eles: enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem, médico, fisioterapeuta, nutricionista, odontólogo, fonoaudiólogo, psicólogo, biólogo, farmacêutico, assistente social, biomédico e auxiliar e técnico de saúde bucal.

Terça-feira (16 de fevereiro) - Idosos a partir de 83 anos

Quarta-feira (17 de fevereiro) - Idosos a partir de 83 anos

Quinta-feira (18 de fevereiro) - Idosos a partir de 81 anos

Sexta-feira (19 de fevereiro) - Idosos a partir de 81 anos

Documentação necessária para se vacinar: 

– Profissionais de saúde com mais de 60 anos que trabalham em hospitais de São Gonçalo e moram na cidade.

Documentos solicitados: identidade funcional, comprovante de trabalho em área hospitalar, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação.

– Profissionais de saúde com mais de 60 anos que trabalham em unidades hospitalares de São Gonçalo e que residem em outros municípios.

Documentos solicitados: identidade funcional, comprovante de trabalho em área hospitalar de São Gonçalo, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação.

– Profissionais de saúde com mais de 60 anos que trabalham em hospitais de outros municípios e residem em São Gonçalo.

Documentos solicitados: identidade funcional, comprovante de trabalho em área hospitalar, comprovante de residência de São Gonçalo, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação.

– Idosos (idades definidas de acordo com o calendário)

Documentos solicitados: identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.

Locais de vacinação: 

– Polo Sanitário Hélio Cruz, em Alcântara;

– Polo Sanitário Washington Luiz, no Zé Garoto;

– Clínica Gonçalense do Mutondo;

– Clínica Gonçalense Dr. Zerbini, no Arsenal;

– Unidade Municipal de Pronto Atendimento (Umpa) de Nova Cidade

As cinco unidades de saúde têm drive-thru e vão funcionar terça (16) e quarta (17) normalmente, sempre das 8h às 17h, para aplicação das vacinas. Os idosos com mais de 90 anos têm prioridade nas filas. Desde o início da campanha de vacinação contra covid-19, o município de São Gonçalo vem cumprindo o que determina o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, tanto na utilização e reserva das vacinas quanto no atendimento aos grupos prioritários.

Número de imunizados em SG

O município de São Gonçalo prossegue com a vacinação contra a covid-19 nesta terça-feira (16), quando idosos a partir de 83 anos podem tomar a primeira dose. Nesta segunda-feira (15), foram vacinados 995 idosos a partir de 85 anos e 14 profissionais da saúde. Ao todo, até o fim da tarde, São Gonçalo vacinou 27.135 pessoas, sendo 21.792 trabalhadores da saúde, 3.906 idosos com mais de 85 anos, 1.370 funcionários e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis) e 67 pessoas de residências terapêuticas.

Matérias Relacionadas