Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

Cineasta gonçalense ganha Menção Especial do júri em festival internacional

O 'Portugal Pequeno' foi selecionado pelo maior festival de curtas do mundo

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 15 de fevereiro de 2021 - 18:34
Cineasta Victor Quintanilha de 30 anos, um dos criadores do curta 'Portugal Pequeno'
Cineasta Victor Quintanilha de 30 anos, um dos criadores do curta 'Portugal Pequeno' -

* Por Carol Pina

Uma equipe de jovens cineastas criaram um curta metragem batizado de ‘Portugal Pequeno’, realizando a premiére internacional no Clermont-Ferrand International Short Film Festival – maior festival de curtas do mundo – recebendo uma Menção Especial do Júri. O evento está em sua 43ª edição, e obteve cerca de 7 mil inscrições, sendo convocados apenas 78 curtas de 55 países diferentes.

De acordo com o gonçalense Victor Quintanilha de 30 anos, um dos criadores do projeto ‘Portugal Pequeno’, foi um sonho estarem participando da experiência, conseguindo superar todas as expectativas. Com a pandemia, a edição do festival teve que ser transmitida virtualmente, desenvolvendo plataformas para que o encontro pudesse ser realizado da melhor forma possível. “Eu sou bem emotivo então já comecei a chorar assim que soube da notícia do prêmio”, relata Victor.

O curta-metragem foi inspirado nos vários trajetos dentro do ônibus a caminho da faculdade do cineasta. “Eu estudei cinema na PUC, então diariamente cruzava a ponte Rio-Niterói para ir estudar e sempre olhava com muito interesse para essa região da Ponta D’areia, com os barquinhos de pesca e os navios enormes. Primeiro pensei numa família de pescadores, e queria incluir de alguma maneira o funk, expressão cultural tão presente em São Gonçalo onde nasci. Daí a ideia de um jovem que está começando sua carreira. A partir daí, os outros elementos foram surgindo de maneira natural, e tratei de inserir todos esses lugares icônicos de Niterói que dialogam diretamente com minha memória afetiva”, explica Quintanilha.

Ainda segundo Victor, o ‘Portugal Pequeno’ pode ter sido escolhido pela história simples, que dialoga de uma maneira universal com todos que passaram pelo início da fase adulta, onde vivenciasse o embate entre os sonhos e a realidade. Em 2018 o processo de escrita começou a tomar forma, iniciando as filmagens já em 2019 no Morro da Penha, em Niterói, contando com a participação de todos os moradores da região.  O elenco e a produção reuniram pessoas de vários lugares, incluindo de São Gonçalo, Belém, São Paulo, Rio Grande do Sul e até mesmo Venezuela. “Isso é umas das coisas mais bonitas do cinema, essa capacidade de envolver e unir tanta gente”, revela o cineasta.

Além do curta premiado, Quintanilha anuncia que um novo projeto está sendo desenvolvido para começar as inscrições em editais e estímulos, cujo protagonista é um morador de São Gonçalo. Ele ainda deixa um recado para os jovens cineastas que sonham estar no grande mundo do cinema: “Estudem bastante, coloquem paixão, tenham fé e no que eu puder ajudar me coloco à disposição para conversar, aconselhar e dividir minha experiência”. 

* Estagiária sob supervisão de Sérgio Soares 

Matérias Relacionadas