Hospital Municipal Oceânico ultrapassa 1 mil altas de pacientes recuperados da Covid-19

O Hospital Municipal Oceânico é a primeira unidade do Brasil exclusiva para o tratamento de pacientes com Covid-19

Escrito por Redação 01/02/2021 10:15, atualizado em 01/02/2021 12:10
Arrendado e reequipado pela Prefeitura de Niterói, a unidade era um hospital particular desativado e se tornou referência para o tratamento de pacientes com a doença
Arrendado e reequipado pela Prefeitura de Niterói, a unidade era um hospital particular desativado e se tornou referência para o tratamento de pacientes com a doença . Foto: Divulgação

Primeira unidade do Brasil exclusiva para pacientes com o novo coronavírus, o Hospital Municipal Oceânico de Niterói já superou a marca de 1.000 altas de pacientes que se recuperaram da doença. Marcos Antônio Tavares Neves foi o milésimo paciente a deixar a unidade e foi recebido pela família na porta da unidade. Em meio a lágrimas ele recebeu as palavras de carinho dos profissionais que o atenderam durante os 15 dias que esteve internado.

“Voltar para casa é a melhor coisa do mundo! Estou sem palavras neste momento, só consigo agradecer a todos do hospital”, disse, emocionado, Marcos Antônio.

Na porta da unidade estava sua esposa Ester dos Santos Neves, que lembrou os momentos difíceis que passou longe do marido.

“Depois de dias difíceis chegar aqui para buscá-lo é uma sensação única. E se não fossem os profissionais que cuidaram dele, acho que tudo seria mais difícil”, declarou.

Marcos Antônio recebeu das mãos da diretora da unidade, Gisela Motta, uma fita com o número 1.000, que ele amarrou na grade do hospital onde fica o ‘Memorial das Altas’. Cada fita representa um paciente que venceu a Covid-19 e teve alta da unidade.

“Completamos nove meses de funcionamento do hospital este mês e neste período vimos e vivemos muitas histórias. Fazer parte deste momento renova a nossa esperança e nos mostra que Niterói está seguindo no caminho certo no combate ao coronavírus”, disse Gisela Motta.

 

Referência - O Hospital Municipal Oceânico é a primeira unidade do Brasil exclusiva para o tratamento de pacientes com Covid-19. A Prefeitura de Niterói arrendou as instalações de um hospital privado, que estava fechado, por R$ 1,7 milhão pelo período de 12 meses. Foram realizadas obras de adequação na unidade para receber os primeiros pacientes que começaram a chegar logo depois de sua inauguração, em abril de 2020. O local possui 136 leitos com respiradores.

O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, elogiou o trabalho da equipe médica e reafirmou o compromisso da cidade no enfrentamento à doença.

“Trabalhamos diariamente com muito empenho nas ações de combate à Covid-19 para diminuirmos o impacto da doença. O Hospital Oceânico é uma unidade fundamental para o município, onde temos profissionais competentes e preparados para atuar na assistência aos pacientes com coronavírus”, falou o secretário.

 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas