Noite de fiscalização a bares de São Gonçalo no último sábado (23)

Ação verificou cumprimento de medidas contra contágio do coronavírus e outras irregularidades

Escrito por Redação 25/01/2021 10:37, atualizado em 24/01/2021 20:00
A ação ocorreu no último sábado (23)
A ação ocorreu no último sábado (23) . Foto: Divulgação

A prefeitura de São Gonçalo realizou, na noite do último sábado (23), uma operação integrada entre secretarias em bares e casas de show da cidade, para fiscalizar o cumprimento de medidas contra o contágio da covid-19 e também checar possíveis irregularidades nos estabelecimentos e denúncias sobre aglomeração e som alto. As equipes também coibiram estacionamento proibido.

A ação conjunta, que contou com a participação de mais de 20 agentes, teve início às 21h de sábado e foi finalizada à 1h da madrugada deste domingo (24), envolvendo secretarias municipais de Ordem Pública, Saúde e Defesa Civil, Meio Ambiente e Transportes. Todas as fiscalizações contaram com o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar. Foram fiscalizados bares e casas de show na Rua Jaime Figueiredo e na Rua Doutor Francisco Portela. Ao todo, 13 estabelecimentos foram notificados sobre o cumprimento do decreto municipal sobre as medidas de prevenção ao contágio do novo coronavírus e também sobre poluição sonora. Também foram verificadas irregularidades como inspeção sanitária vencida e uso irregular do espaço público com mesas e cadeiras. Onze carros estacionados de forma irregular foram rebocados pela Secretaria de Transportes.

Carros foram rebocados pelo órgão público
Carros foram rebocados pelo órgão público | Foto: Divulgação
 

O secretário municipal de Ordem Pública, Major David Ricardo, destacou os esforços da operação. “Estamos seguindo a determinação do prefeito Capitão Nelson, que é realmente trabalhar para transformar São Gonçalo. Queremos um município ordeiro. Nesse momento de pandemia, o objetivo é preservar a vida do gonçalense, por isso seguimos com esse trabalho integrado entre as secretarias, porque estamos comprometidos com a cidade”, disse.

Na Rua Jaime Figueiredo, havia aglomeração e falta de distanciamento entre mesas e cadeiras nos bares. As irregularidades foram constatadas pela subsecretaria de Vigilância Sanitária, que advertiu os proprietários e conferiu a documentação dos estabelecimentos.

“Nosso objetivo é fazer com que o decreto seja cumprido. As pessoas não estão obedecendo o distanciamento, uso de máscaras e de álcool em gel. O propósito principal é cuidar da vida das pessoas. É preciso ter consciência da gravidade da situação, por isso a fiscalização desta noite é mais incisiva, porque a população não está levando a sério. Muitos destes bares já foram alertados, mas estamos encontrando até funcionários sem máscara”, disse Marcelo Sá Lima, diretor da Vigilância Sanitária.

Na Rua Doutor Francisco Portela, um bar no bairro Parada 40 foi intimado pela Subsecretaria de Vigilância Sanitária e pela Subsecretaria de Fiscalização de Posturas, por estar com a inspeção sanitária vencida e fazer utilização irregular da calçada com mesas e cadeiras. Caso não compareça para regularizar a situação na Vigilância Sanitária, o dono do bar poderá ser multado.

A poluição sonora também foi alvo da fiscalização nos bares. “Nosso procedimento hoje foi de orientação. Os donos de bares precisam se conscientizar do mal estar que o som em volume excessivo gera para a vizinhança”, disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Carlos Afonso.

Ocorreram fiscalizações dentro dos bares
Ocorreram fiscalizações dentro dos bares | Foto: Divulgação
 

Além das fiscalizações no interior dos bares, o trânsito também recebeu atenção durante a ação integrada da prefeitura. No combate ao estacionamento irregular foram utilizados dois caminhões reboque. A Secretaria de Transportes rebocou onze carros estacionados em locais proibidos e aplicou mais de 30 autos de infração pela mesma irregularidade, além de uma multa a motociclista que transitava sem capacete.

“A população precisa ter consciência e respeito pelas leis de trânsito. Aquele que quiser agir de forma irregular vai ser cobrado. O novo governo vai trabalhar pela ordem, incluindo o trânsito”, disse Fábio Lemos, subsecretário municipal de Transportes.

Também na Rua Doutor Francisco Portela, um motorista foi advertido verbalmente sobre estar estacionado em local proibido e retirou seu veículo. No entanto, logo depois que a equipe saiu do local, tornou a estacionar o veículo no mesmo lugar e acabou tendo o carro rebocado.

A multa por estacionamento em local proibido é considerada uma infração grave. O motorista perde 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além de arcar com a multa, no valor de R$ 195,23.

Desde o dia 7 deste mês, as ações de fiscalização noturna em bares e restaurantes são realizadas a partir das 21h, de quinta-feira a domingo. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas