São Gonçalo já aplicou mais de 4.600 doses da CoronaVac

São Gonçalo recebeu 13.149 doses da CoronaVac

Escrito por Redação 23/01/2021 07:30, atualizado em 23/01/2021 12:00
esta primeira etapa, a vacinação será, exclusivamente, para os profissionais de saúde da ativa, idosos institucionalizados e moradores de residências terapêuticas
esta primeira etapa, a vacinação será, exclusivamente, para os profissionais de saúde da ativa, idosos institucionalizados e moradores de residências terapêuticas . Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo terminou, nesta sexta-feira (22), parte da distribuição das vacinas CoronaVac para as unidades de saúde. Até às 14h desta sexta-feira, 4661 doses da vacina já tinham sido aplicadas, sendo 4.424 para trabalhadores da saúde e outras 237 para idosos e funcionários de instituições de longa permanência (Ilpi). Ao todo, já foram entregues 6,5 mil vacinas nas unidades, incluindo as redes públicas municipal e estadual e particular que trabalham com urgência e emergência.

A distribuição teve início na última quarta-feira (20), mas apenas metade das doses foi deixada nas unidades de saúde para que não houvesse extravio. “Entregamos 50% em cada unidade por questões de segurança, para evitar risco de desvio ou até perda por falta de energia. Não podemos perder nenhuma dose, não temos sobras”, disse o coordenador de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Rafael Vidal.

Na próxima semana, as equipes voltam a entregar novas remessas nos mesmos locais e nos PAMs Coelho, Neves e Alcântara. O Hospital Luiz Palmier, o Pronto Socorro Infantil e o Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) já tinham zerado os estoques que foram entregues, na última quarta-feira, e serão reabastecidos para acabar de vacinar todos os funcionários.

As instituições de longa permanência (Ilpi) estão recebendo a visita de funcionários da Secretaria de Saúde, que levam as vacinas, aplicam e recolhem as sobras. Tudo é cadastrado no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunização (SIPNI) do Ministério da Saúde. As Ilpis e residências terapêuticas continuarão sendo visitadas na próxima semana.

A distribuição e aplicação das vacinas estão sendo controladas através de protocolos direcionados pelo Ministério da Saúde. No momento da aplicação, os beneficiados preenchem ficha e assinam que receberam a vacina. Toda a documentação é lançada no sistema do Ministério da Saúde, chamado de Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunização (SIPNI). A partir da próxima segunda-feira, toda distribuição também será comunicada ao Ministério Público Estadual.

“Estamos fazendo todo o processo de distribuição com muita lisura e cuidado para que não tenhamos nenhum tipo de problema com desvios ou fraudes. Todas as vacinas estão sendo cadastradas na entrega e os relatórios de aplicação estão sendo feitos, diariamente, nominalmente. E são lançados no sistema do Ministério da Saúde”, finalizou Rafael.d

São Gonçalo recebeu 13.149 doses da CoronaVac. Nesta primeira etapa, a vacinação será, exclusivamente, para os profissionais de saúde da ativa, idosos institucionalizados e moradores de residências terapêuticas, de acordo com as determinações do Ministério da Saúde. Por enquanto, não haverá vacinação em postos de saúde para a população.

A vacina contra a Covid-19 é contraindicada para menores de 18 anos, gestantes, pessoas que já apresentaram reação anafilática confirmada a qualquer componente da vacina e aquelas que estão contaminadas com o coronavírus ou com sintomas da doença. As vacinas para a segunda dose estão sob gerência da Secretaria de Estado de Saúde, na Coordenadoria Geral de Armazenagem (CGA), no Barreto, em Niterói, para garantir que o esquema vacinal aconteça conforme o determinado pelo fabricante, 21 dias após aplicação da primeira dose.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas