Vacinação contra a Covid-19 deve começar ainda nesta segunda (18) em Niterói, afirma Prefeitura

Cidade participou da terceira fase de testes da vacina

Escrito por Redação 18/01/2021 13:04, atualizado em 18/01/2021 14:00
O município estima que receberá entre 15 mil a 18 mil doses
O município estima que receberá entre 15 mil a 18 mil doses . Foto: Divulgação/Governo do Estado do Rio

A Prefeitura de Niterói afirmou que a campanha de vacinação contra a Covid-19 já está pronta para começar e a primeira pessoa a ser imunizada pode receber a primeira dose ainda nesta segunda-feira (18), após o estado entregar a vacina aos municípios. A vacina deve ser aplicada em um profissional da Saúde que está na linha de frente do combate a doença. O ponto de vacinação escolhido para iniciar a campanha deve ser o Hospital Oceânico, em Piratininga, e deve ter a presença do prefeito de Niterói, Axel Grael (PDT).

"Hoje é um dia histórico. É a vitória da ciência ter, em tempo recorde, vacinas testadas e aprovadas pela Anvisa. Em Niterói, desde o início, baseamos todas as nossas ações na ciência e nas experiências internacionais. Fomos a única cidade do Rio a participar dos testes de fase 3 da Coronavac e sinto que nossa cidade colaborou com esse resultado que mostra eficácia e segurança da vacina", disse o prefeito.

Segundo a Prefeitura de Niterói, a cidade deve ter pelo menos 54 pontos espalhados em unidades de saúde e em sete hospitais municipais. O município estima que receberá entre 15 mil a 18 mil doses. A segunda dose deve ser aplicada nos primeiros imunizados em 28 dias.

A vacinação será agendada pela Secretaria Municipal de Saúde. Profissionais da Saúde serão vacinados nas unidades onde trabalham, sejam públicas ou privadas. Idosos que moram em asilos serão atendidos nas instituições onde vivem, como informa a Prefeitura. Profissionais autônomos, por sua vez, terão que procurar um dos 54 pontos de vacinação da rede básica de saúde mais próximo de onde moram, portando documento de registro profissional.

De acordo com a Polícia Militar do Rio, agentes estão sendo mobilizados para apoiar as equipes sanitárias do Estado e dos municípios durante a campanha de vacinação. No último fim de semana, a corporação escoltou os comboios que faziam a distribuição dos kits de seringas e agulhas.

A chegada e aprovação da vacina, no entanto, não significa relaxamento das medidas de distanciamento. Tais medidas continuam prorrogadas até o dia 28 de fevereiro, e ainda há a obrigatoriedade do uso de máscara, além da proibição da entrada de táxis e carros de aplicativo na cidade. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas