Internet cobra posicionamento de Marcelo Adnet sobre Marcius Melhem

Melhem, ex-diretor da Globo, é acusado de assédio

Enviado Direto da Redação
Atores eram parceiros de trabalho

Atores eram parceiros de trabalho

Foto: Foto: Divulgação/Rede Globo

Internautas criticaram o ator e humorista Marcelo Adnet por não comentar o caso envolvendo o ex-diretor de entretenimento da Rede Globo, o também ator e humorista Marcius Melhem, demitido da empresa em agosto após ser acusado de ter assediado sexualmente funcionárias da empresa e ter usado o cargo de chefe para cometer os crimes.

Marcelo Adnet limitou-se a comentar em sua conta do Twitter que "presta todo apoio e solidariedade às vítimas". Os internautas criticaram o ator e cobraram que ele tivesse um posicionamento mais firme, não apenas prestando solidariedade às vítimas, mas também repreendendo a ação do ex-colega de trabalho.

Marcelo Adnet foi questionado pela jornalista Vera Magalhães, em entrevista no Roda Viva, se ele estaria “passando pano” para o amigo. O ator negou a suposição e comentou que "não é juiz".

“Não há como ter ambiente de trabalho convivendo com assédio. Isso é um assunto muito sério. O que estou dizendo é que não sou juiz. O dia em que tiver informações suficientes poderei emitir informações”, disse na época.

Pela rede social, o ex-diretor Marcius Melhem pediu que a verdade seja apurada e disse que saiu da Globo pela porta da frente após uma rigorosa investigação da emissora. “No compliance da rede Globo tudo foi apurado e investigado rigorosamente. Saí pela porta da frente da emissora em que trabalhei por 17 anos. Sei que, num caso desses, ainda mais no momento que vivemos, de tanto ódio, serei culpado até provar o contrário. Então, quero que tudo seja colocado às claras, expor a minha inocência e os meus erros. Quero poder pedir desculpas e cobrar responsabilidades. Vou em busca da verdade”, escreveu o ator.

Veja também