Ex-funcionário processa Rede Globo e Maju Coutinho

Ex-auxiliar de produção pede R$800 mil por danos morais

Enviado Direto da Redação
Ex-funcionário pede R$800 mil em ação

Ex-funcionário pede R$800 mil em ação

Foto: Divulgação/Rede Globo

Um ex-funcionário da Rede Globo está processando a empresa e a apresentadora Maju Coutinho, segundo informações da colunista Fábia Oliveira, de O Dia. O auxiliar de produção desempregado Kaíque Batista está pedindo R$ 800 mil reais por danos morais. Ele alega que teve sua vida prejudicada após ser denunciado por racismo, em 2015. Ele foi levado por policiais para prestar depoimento no Fórum da Barra Funda e teve o computador apreendido. Kaíque também foi denunciado por falsidade ideológica, injúria, corrupção de menores na internet e associação criminosa na internet, mas conseguiu responder em liberdade em todos os processos.

O rapaz alega que até hoje é apontado nas ruas e acusado pelo crime, além de ter adquirido síndrome do pânico e depressão. Já o advogado de Kaíque está otimista com o processo e que a emissora e a jornalista tentaram "incriminar um inocente". O advogado afirma que Kaíque não praticou o ato racial, a intenção, o dolo, e por isso não há razão para incriminar o rapaz.

A emissora afirma que não se manifesta sobre assuntos sub judice.

Veja também