Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

'Furacão' derrota vasco e mantém clube carioca no z-4

Fácil vitória por 3 a 0 deixa o 'Gigante da Colina' no 'grupo da degola', pelo menos até o fim do ano

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 27 de dezembro de 2020 - 20:50
Imagem ilustrativa da imagem 'Furacão' derrota vasco e mantém clube carioca no z-4

Se os vascaínos pensavam que o domingo seria de alegria, com a saída da zona do rebaixamento, ainda não foi dessa vez. O Athletico-PR fez valer o fator casa, não deu sequer brecha para zebra e se reabilitou no Brasileirão, na noite desse domingo (27) contra o clube carioca, na Arena da Baixada, no Paraná. Na fácil vitória por 3 a 0, a equipe comandada por Paulo Autuori abriu seus pontos do próprio Vasco, primeiro do z-4 no campeonato. 

os gols marcados pelo clube parananense foram de Nikão e  Carlos Eduardo (2). O Athletico precisava da reabilitação, já que estava a cinco jogos sem vencer. Agora, o clube subiu para 11º lugar, com 34 pontos, e um jogo a mais em relação ao Atlético-GO. Já o Vasco, que tem uma partida a menos, segue em 17º com 28 pontos e fecha 2020 sem conseguir sair do Z-4.

O Vasco teve a chance de mudar o jogo logo aos dois minutos, mas Vinícius, sozinho na área, furou no chute cruzado de Neto Borges. Após o susto, o Athletico foi tomando conta da partida e começou a criar chances claras até Nikão abrir o placar aos 10, depois de Thiago Heleno e Richard quase marcarem. 

Em ritmo de treino, o Furacão marcou o segundo ainda no primeiro tempo, com Carlos Eduardo pegando rebote. Desorganizados, os vascaínos eram presa fácil e voltaram para a etapa final cheio de mudanças. Parecia que ia dar certo quando Gustavo Torres, que entrou, armou o ataque que terminou com o gol de Cano, mas anulado pelo VAR por impedimento. 

O Furacão de novo foi recuperando o domínio territorial e matou o jogo com o terceiro gol aos 15, novamente com Carlos Eduardo, agora em chute de fora da área. E só não virou goleada porque Fernando Miguel salvou várias chances, com direito a milagre cara a cara com Nikão nos acréscimos.

Matérias Relacionadas