Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0741 Euro down 5,2058
Search

Dirigente do Flamengo afirma que Gerson irá à delegacia para registrar denúncia de racismo

O jogador acusa o colombiano de dizer "Cala a boca, negro"

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 21 de dezembro de 2020 - 16:03
Confronto de ontem terminou em 4 x 3 para o Rubro-Negro
Confronto de ontem terminou em 4 x 3 para o Rubro-Negro -

Rodrigo Dunshee, o vice-jurídico do Flamengo, afirmou nesta segunda-feira (21) que o clube levará Gerson até a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância para registrar queixa contra Indio Ramirez, do Bahia. A declaração foi feita durante participação no programa "Redação Sportv".

"O Flamengo quer prestar todo o auxílio nessa situação totalmente desagradável. O Gerson não vai ficar sozinho. Entramos em contato com a delegacia de crimes raciais e estamos marcando de ir com o atleta por volta de 12h para que ele faça a representação de injúria racial.", disse o dirigente.

No confronto de ontem entre o Flamengo e o Bahia, Gerson acusou o meia colombiano Ramirez de ter dito "Cala a boca, Negro".

O dirigente também afirmou que o caso será levado ao  Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Assim, tanto Ramirez como o técnico Mano Menezes serão denunciados pelo Flamengo. Menezes foi demitido neste domingo, logo após perder para o Rubro-Negro por 4 a 3. Esta foi a sexta derrota seguida do técnico.

"O Flamengo vai dar entrada no STJD com uma representação contra o Ramires e também contra o Mano Menezes. Na nossa ótica, no momento em que o técnico é comunicado que houve a injúria, ele não deveria ter falado mais nada a respeito. Por muito menos os jogadores do PSG saíram de campo. Nesse caso agora foi uma ofensa direta. Mano se mostra desconectado dos novos tempos", contou.

O dirigente contou que o caso está sendo apurado e ainda não sabe se há testemunhas, mesmo que tenha escutado o relato de Bruno Henrique, que estava perto dos dois jogadores. 

Matérias Relacionadas