Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

Vampeta minimiza injúria racial contra Gerson

Ex-jogador foi advertido por outros dois colegas comentaristas

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 21 de dezembro de 2020 - 12:40
O comentário foi feito no programa 'Mesa Rendonda', na TV Gazeta
O comentário foi feito no programa 'Mesa Rendonda', na TV Gazeta -

Neste último domingo (20), no Maracanã, o Flamengo e o Bahia se enfrentaram no campo numa partida cheia de expulsões, viradas e reclamações. O time carioca que começou jogando com um a menos, abriu o placar em 2 a 0, levando uma virada, mas manteve a força para levar a melhor por 4 a 3. No entanto, não foi a virada que teve destaque, mas sim um caso de injúria racial sofrida por Gerson. O jogador afirma ter sofrido racismo de Ramírez, do Bahia, durante uma confusão na fase final do jogo. 

Apesar da grande repercussão do caso, o ex-jogador Vampeta minimizou a denúncia de Gerson durante o programa 'Mesa Redonda', da TV Gazeta. 

"Mas eu não vi para tanta coisa (sobre o Gerson). Eu jogo bola ali na Vila Maria, lá tem de tudo... Coreano, boliviano, chinês... "Ô coreano, toca a bola, "ô boliviano, toca a bola", "ô chinês, toca a bola"... E aí? Se todo mundo for para a televisão por essas causas", comentou o ex-jogador.

No entanto, Vampeta foi cortado pelo jornalista Flávio Prado que afirmou que "ofensa é algo muito pessoal". O comentarista Benjamin Back também discordou do ex-jogador.

"É diferente. Quando você tem uma liberdade com a pessoa, é lógico que você não vai ligar. É totalmente diferente. Então você falar "po negão" para um cara que é seu amigo, ele sabe que não tem nada. Mas você virar para um cara que você não conhece no meio do jogo e falar "ô seu macaco"... Tá maluco, cara?, explicou Back.

Após os argumentos dos colegas, Vampeta quis relembrar os casos de racismo na Europa, ambos envolvendo o PSG, um deles sofrido por Neymar. Para o ex-jogador, o "futebol está muito mimimi".

"O mundo parou naquele lance do Neymar e não deu nada. Agora teve um lance de novo com o Paris Saint-Germain contra um time turco, mas os dois já se entenderam. O futebol está muito mimimi", disse Vampeta.

"O futebol não pode ser um mundo paralelo", retrucou Benjamin Back, discordando do colega.

Matérias Relacionadas