Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

Torcida organizada do Vasco invade CT para cobrar reação do time

Técnico Sá Pinto tentou se explicar para os integrantes da Ira Jovem

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 10 de dezembro de 2020 - 14:11
Torcida organizada do Vasco invade CT e tenta dialogar com o elenco vascaíno
Torcida organizada do Vasco invade CT e tenta dialogar com o elenco vascaíno -

Integrantes da torcida organizada Ira Jovem, do Vasco, invadiram o Centro de Treinamento do Almirante nesta quinta (10) para cobrar uma reação no Campeonato Brasileiro. Se mostrando irritados, os torcedores criticaram a postura do clube após a eliminação da Copa Sul Americana e de duas goleadas seguidas no Brasileiro.

Durante a interrupção no treinamento dos jogadores, o técnico português Sá Pinto tomou a frente da conversa acalorada e garantiu que vai fazer de tudo para que o clube ganhe confiança na disputa. Além disso, o treinador exaltou o comprometimento do elenco. 

"Pela minha felicidade e digo de coração: não vejo essa gente a facilitar em nada. Durante a semana no trabalho, na alimentação, no descanso e na vida privada. Tenho um grupo fantástico. Eu sou o máximo responsável. Quando eu não tiver condições (de salvar o time da Série B), sou o primeiro a ir embora. A gente tem condições. Calma, calma, calma. Há um conjunto de fatores que não tem sido favorável a nós. Muitos jogos que a gente não tem ganho demos muito azar, foram em detalhes. Tem a ver com coisas do jogo", afirmou o técnico.

Através das redes sociais, os integrantes da torcida organizada também desabafaram. "Apoiamos, avisamos e cobramos. Vocês não nos deram ouvidos e fugiram do maior patrimônio, que somos nós, a torcida. Hoje, fizemos uma visita surpresa no CT. Galinha de casa não se corre atrás", escreveu o perfil oficial da Ira Jovem no Instagram.

A uniformizada disse esperar somente a vitória para o jogo contra o Fluminense no próximo domingo (13), às 20h30. "Não aceitaremos outro resultado do que a vitória contra o fluminenc. Exigimos uma recuperação imediata no campeonato e não aceitaremos mais esta zona", escreveram.

Em nota, o Vasco disse compreender a insatisfação dos torcedores mas que isso não justifica a invasão em campo e as ameaças aos jogadores e ao técnico. Confira a nota na íntegra:

"Nesta quinta-feira (10/12), integrantes de uma torcida organizada invadiram o CT do Almirante durante o treinamento do time profissional. O Club de Regatas Vasco da Gama compreende a insatisfação de seus torcedores e entende que os resultados em campo estão aquém do esperado, mas é absolutamente injustificável que jogadores e comissão técnica sejam ameaçados e intimidados em seu local de trabalho. O futebol brasileiro já deu inequívocas provas de que este tipo de ação, além de ilegal, não surte qualquer efeito prático positivo. Providências já foram tomadas para que episódios como o desta quinta não voltem a se repetir. O Vasco reafirma que atletas, comissão técnica e diretoria estão comprometidos e empenhados em reverter a situação no Campeonato Brasileiro".

Matérias Relacionadas