Conmebol processa Globo e pede mais de R$ 600 milhões de indenização

O caso irá para uma corte suíça

Escrito por Redação 24/11/2020 16:36, atualizado em 24/11/2020 17:34
O valor é referente ao pagamento dos quatro anos de contrato
O valor é referente ao pagamento dos quatro anos de contrato . Foto: Divulgação

A Conmebol entrou com um processo contra a Globo cobrando US$ 120 milhões, cerca de R$ 653 milhões, de indenização pela rescisão do contrato de transmissão da Libertadores. O valor é referente ao pagamento dos quatro anos de contrato. O caso irá para uma corte suíça.

Em uma reunião virtual com os clubes que participam das oitavas de final da competição, o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, disse que já tinha iniciado ações legais contra a Globo e a plataforma de streaming DAZN pelos prejuízos causados pelo rompimento dos acordos.

"Pusemos à disposição das associações membros e os clubes cerca de US$ 95 milhões, em contexto de antecipação de prêmios de participação, ajuda para provas de laboratório e logística aérea para as viagens das equipes participantes. Isso foi feito apesar do forte golpe que significou a rescisão unilateral de contratos de transmissão de nossas partidas no território brasileiro por parte do grupo Globo e da empresa DAZN", disse Alejandro na reunião.

A Globo tinha, divididos com a Fox Sports, os direitos de transmissão da Copa Libertadores em TV aberta e fechada. O contrato, fechado em 2019, era válido até 2022, com o valor de US$ 60 milhões por ano. Com a rescisão da Globo, a Conmebol fechou o acordo com o SBT.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas