Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

Jogo da seleção ainda não tem exibição definida na próxima terça (17)

A Globo não concorda com os altos valores pedidos pela empresa

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 12 de novembro de 2020 - 12:30
O técnico da seleção brasileira, Tite
O técnico da seleção brasileira, Tite -

O jogo entre Brasil e Uruguai que ocorrerá na próxima terça-feira (17), às 20h, pela quarta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, ainda não tem transmissão estabelecida para os espectadores brasileiros. A Globo continua sendo o único grupo a tentar chegar um acordo com a Mediapro, empresa da Espanha representante das outras seleções sul-americanas sem negociação, até agora, para o mercado nacional.

As conversas entre a Globo e Mediapro, que há poucos dias eram consideradas animadoras, retornaram a ter divergências. Nenhuma outra emissora desejou entrar na disputa. A pedida financeira e as diferenças de pensamento na hora de firmar um contrato acabaram por ser entraves. A situação é monitorada pela CBF.

De acordo com o UOL Esporte, a Mediapro quer fechar um vínculo definitivo por todos os jogos disponíveis em seu pacote, sendo 48 partidas em mais 16 rodadas da competição. Entretanto, a Globo não enxerga necessidade, pois, a emissora quer um contrato somente para os jogos da seleção brasileira fora de casa. A posição da Globo é consequência da pandemia da Covid-19, que fez a empresa rever valores de vários eventos.

Sobre a questão, a Globo afirma que apenas as partidas de Brasil e Argentina têm o costume de agradar o público brasileiro e que os outros confrontos, no momento, só serviriam para acrescentar um pacote. Os jogos em casa dos hermanos, além dos compromissos em casa da seleção brasileira, já estão garantidos desde o início de 2020.

Internamente, a Globo também diz que a Mediapro é uma empresa difícil de negociar. Além de não desejar modificar a venda do pacote, os valores cobrados pelos espanhóis são muito altos. Na última tentativa de negociação, a empresa espanhola cobrou algo em torno de 18 milhões de dólares (cerca de R$ 97 milhões na cotação atual). Com isso, a emissora brasileira afirma que não avançará nas conversas.

Brasil x Venezuela, às 21h30 de amanhã (13), tem transmissão garantida. Na Globo, Cléber Machado vai ser o narrador do duelo. Afastado das transmissões por ser do grupo de risco do novo coronavírus, Galvão Bueno participará apenas fazendo comentários no meio do intervalo do confronto. No Sportv, o comando do jogo será de Luiz Carlos Jr.

Matérias Relacionadas