Silva Batuta, ídolo do Flamengo, morre aos 80 anos

O ex-jogador faleceu em um hospital de Botafogo

Enviado Direto da Redação
O ex-jogador teve Covid-19, mas a causa da morte ainda não foi revelada

O ex-jogador teve Covid-19, mas a causa da morte ainda não foi revelada

Foto: Divulgação

A noite desta terça-feira (30) foi de luto para o futebol brasileiro. O ex-atacante e ídolo do Flamengo,  Walter Machado da Silva, o Silva Batuta, morreu aos 80 anos no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, onde encontrava-se internado. De acordo com informações do jornalista Pedro Ivo Almeida, Silva teria contraído Covid-19, mas a causa da morte não teria sido revelada.


Em sua conta oficial do Twitter, o Flamengo lamentou o falecimento ex-jogador, que passou pela Gávea duas vezes  e fez 70 gols em 132 partidas disputadas, além da conquista do Carioca de 1965 pelo Rubro-Negro.


Silva Batuta  era paulista, de Ribeirão Preto e já teve passagens pelo São Paulo, Corinthians, Racing-ARG e até pelo Barcelona-ESP. Convocado para a Seleção Brasileira em 1966, Batuta integrou o icônico ataque formado por Pelé e Jairzinho na derrota de Portugal por 3 a 1. 


Batuta também já teve passagens pelo Vasco e Botafogo, e encerrou sua carreira dos gramados aos 35 anos, em 1975. Os dois filhos do jogador, Waltinho e Wallace, também jogaram pelo Flamengo nos 80.

Veja também