Goleiro Bruno concede 1ª entrevista no Rio Branco do Acre (veja vídeo)

Contratação do jogador fez patrocinador deixar o clube acreano

Enviado Direto da Redação

Foto:

O ex-goleiro do Flamengo e Corinthians,  Bruno Fernandes, de 35 anos, tenta mais uma vez atuar como profissional de futebol, após ter sido um dos envolvidos no assassinato da modelo Eliza Samudio, em 2010. Agora, no Rio Branco do Acre, o atleta concedeu entrevista à imprensa local.


"Todo começo de carreira e o recomeço também não será diferente. Então, chego para somar e ajudar o Rio Branco a conquistar seus objetivos", resumiu Bruno.


A chegada do jogador causou polêmica no Rio Branco, que perdeu seu único patrocinador, a a rede de supermercados Arasuper, que não quis associar sua marca ao clube devido ao passado de Bruno no homicídio de Eliza Samudio. Além disso, a treinadora do time feminino rio-branquense, Rose Costa, pediu demissão logo após a contratação ter sido confirmada pela agremiação acreana.


Apesar destas perdas e manifestações contrárias, o presidente Neto Alencar, manteve a sua posição e ressaltou que como 'cristão' deve acreditar na ressocialização do indíviduo.


"Eu vejo a legalidade do negócio. O Bruno não está aqui no Acre ilegalmente. Quem o liberou foi a Justiça. Eu, como cristão, acredito na ressocialização. Eu acredito que todo ser humano pode errar e deve ter a segunda chance", disse Alencar.

Veja também