"Nem Jesus agradou a todos", diz presidente do Rio Branco-AC sobre contratação do goleiro Bruno

O mandatário diz que escolheu Bruno por conta de sua condição física

Enviado Direto da Redação
Após contratação de Bruno, único patrocinador do clube suspendeu o contrato

Após contratação de Bruno, único patrocinador do clube suspendeu o contrato

Foto: Reprodução

Anunciado como novo reforço do Rio Branco-AC, o goleiro Bruno mal chegou no clube e algumas polêmicas surgiram em torno de seu nome. O clube foi criticado pela escolha, mas o responsável pela contratação afirmou em entrevista ao "Sport Manaus" que não vai desistir do jogador.

Depois de anunciar a contestação do jogador, o único patrocinador do clube suspendeu o contrato e a treinadora feminina do clube pediu demissão.

"Nem Jesus agradou todo mundo, não vai ser eu e nem o Rio Branco, enfim, quem liberou o Bruno foi o Ministério Público e a Justiça. A gente presta conta com homem lá de cima. E como diz o ditado: ‘aquele que nunca errou que atire a primeira pedra’, é dessa forma que a diretoria vê tudo isso. Sobre a negação grandiosa do Bruno, se a gente pode desistir, posso dizer que medi antes de contratar todas as possibilidades, ou seja, como seria e o que iria acontecer. Não tem a mínima possibilidade de desistirmos da contratação, a não ser que ele não queira vir e aí o problema é dele. O Rio Branco está com pré-contrato firmado com o goleiro. Agora é seguir daqui para frente", disse.

Para o mandatário do clube, o motivo da contratação de Bruno foi sua condição física e segundo ele, ele vai chegar para agregar o elenco.

"A ideia de contratar o Bruno surgiu da amizade que tenho com um amigo que temos em comum no Rio de Janeiro. Foi a partir daí que a agente foi amadurecendo essa ideia. Se acho uma boa contratação, com certeza, o Bruno na minha visão é um dos melhores goleiros do Brasil. Ele está treinando muito há quatro meses e esperando por essa oportunidade", completou.

Veja também