Clube do Acre perde único patrocinador após contratação do goleiro Bruno

A rede Arasuper rompeu com contrato após o anúncio da chegada do atleta

Enviado Direto da Redação
Clube do Acre, que anunciou o goleiro Bruno no elenco, perdeu o único patrocinador

Clube do Acre, que anunciou o goleiro Bruno no elenco, perdeu o único patrocinador

Foto: Divulgação

Horas depois de anunciar a chegada do goleiro Bruno, de 35 anos, ao clube Rio Branco-AC, o presidente Neto Alencar já recebeu a primeira retaliação. O único patrocinador do time, a rede de supermercados Arasuper, rompeu o contrato com o clube do Acre.


Em nota, a rede deixou bem claro que a suspensão do contrato foi motivada pela chegada do goleiro. Bruno está tentando se firmar em algum clube após ser condenado por homicídio triplamente qualificado pela morte de Eliza Samúdio.


A rede Arasuper era responsável pelo fornecimento de alimentos aos jogadores que ainda não estavam atuando no profissional. Segundo a rede, jovens e crianças da categoria de base serão duramente penalizados por causa da rescisão de contrato.


Tentando seguir a vida


O goleiro Bruno, que viveu o auge da carreira defendendo as cores do Flamengo até ser preso por envolvimento no homicídio da modelo Eliza Samudio (mãe de um de seus filhos), em 2010, agora tenta novamente recomeçar a carreira. Atualmente, ele, que cumpre o regime semiaberto desde o ano passado, mantém rotinas de treinamento no campo do América de Cabo Frio, na Região dos Lagos.


Vivendo no bairro Parque Burle, onde vive com a esposa Ingrid e a filha, há 1 km do local onde realiza seus treinamentos, Bruno mantém a forma física em busca de figurar alguma equipe profissionalmente, o que não será fácil, devido ao seu passado.


Confira o comunicado da rede Arasuper na íntegra


“A Rede Arasuper informa que está suspendendo - a partir desta data - o patrocínio do Rio Branco Futebol Clube em virtude da contratação do goleiro Bruno, anunciada no último domingo. O apoio era de fundamental importância para o trabalho realizado pelo time junto aos jovens e crianças das categorias de base, que serão duramente penalizados. Cabe ressaltar que a empresa não tem qualquer interferência nas decisões tomadas pela diretoria do RBFC."

Veja também