Globo pede tutela antecipada para impedir que Flamengo venda transmissão dos jogos

Emissora não quer que jogos sejam transmitidos em outros canais

Enviado Direto da Redação
Globo contesta a MP assinado por Bolsonaro que garante ao mandante da partida o poder de decisão sobre a transmissão

Globo contesta a MP assinado por Bolsonaro que garante ao mandante da partida o poder de decisão sobre a transmissão

Foto: Reprodução

A novela entre o Flamengo e a Rede Globo acaba de ganhar mais um capítulo. A emissora agora entrou com um pedido judicial pedindo tutela antecipada com o intuito de impedir o clube de vender jogos do Campeonato Carioca para outras emissoras.

A Globo contesta a MP assinada pelo presidente Jair Bolsonaro na última semana, pois segundo a emissora, ela foi feita somente para "atender a um pedido específico do Clube de Regatas do Flamengo que pretende, com a polêmica retomada do Campeonato Carioca de Futebol, poder transmitir e televisionar seus jogos."

O pedido judicial foi feito tendo em mente a partida entre o Flamengo e o Boavista cujo mando de campo pertence ao Flamengo, que já avisou que vai ceder a terceiros os direitos de transmissão dessa partida ou transmiti-la pelo canal do clube no Youtube, a FlaTV.

Segundo a Globo, o Flamengo não tem direito de utilizar a nova MP em competições, cujo os direitos já foram estabelecidos pelos clubes.

Veja também