Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1592 Euro up 5,3274
Search

Futebol: regra da mão na bola muda e toque no início do braço não será mais infração

A International Board divulga novas regras que serão validas para temporada 2020/21

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 08 de abril de 2020 - 18:15
A regra começará a vale a partir da nova temporada 2020/21
A regra começará a vale a partir da nova temporada 2020/21 -

Nessa terça-feira (8), o International Board (IFAB) divulgou a mudança nas normas do futebol para as temporadas 2020/2021. Entre as diversas novas orientações para árbitros, o que mais chamou a atenção foi a alteração na regra de mão na bola. A partir do início de julho, o toque no começo do braço, na junção da axila, não será mais considerada falta.

A regra teria o objetivo de identificar com clareza a infração da mão, estabelecendo o limite até o ponto inferior da axila, segundo o comunicado da IFAB.

A organização responsável pela mudança, também indica que na nova regra o toque de mão involuntária no ataque só deve ser assinalado quando leve diretamente a um gol ou 'ocasião manifesta de gol'. Isso muda diretamente a última recomendação que pedia que os árbitros marcassem falta em qualquer toque da bola com a mão durante uma jogada ofensiva.

Veja algumas das outras mudanças implementadas pela organização:

• O toque de mão voluntário por parte de um defensor será considerado na hora de determinar um lance de impedimento;

• Se o árbitro permitir a cobrança de uma falta rapidamente ou der vantagem após uma falta que interfira em um lance claro de ataque, não será mostrado o cartão amarelo;

• Os jogadores que não respeitarem os 4m de distância obrigatória num lance de bola ao chão serão punidos com cartão amarelo;

• Se o goleiro cobrar um tiro de meta ou falta para que um companheiro devolva com o peito ou a cabeça, o lance deve ser repetido. O arqueiro só será punido se isso acontecer repetidamente.

Matérias Relacionadas