Jorge Jesus fala sobre vitória apertada sobre Flu: "estamos em outro patamar"

O Flu reagiu e marcou dois gols no segundo tempo de jogo

Enviado Direto da Redação
O técnico do Fla falou sobre a partida de ontem (12), no Maracanã

O técnico do Fla falou sobre a partida de ontem (12), no Maracanã

Foto: Divulgação

O Flamengo venceu o Fluminense por 3 a 2 na noite desta quarta-feira (12), no Maracanã, e, com a vitória, o clube da Gávea conseguiu se classificar para a final da Taça Guanabara. No entanto, o jogo ficou arriscado para o Flamengo no segundo tempo, que foi quando o clube não conseguiu se manter com o mesmo ritmo que estava no início do jogo. Jorge Jesus explicou sua posição sobre o assunto na coletiva de imprensa após a partida.

Logo no início do primeiro tempo, Bruno Henrique e Gabigol conseguiram marcar os primeiros gols para o Flamengo. Já o Flu, não conseguiu se destacar em nenhum momento dessa primeira metade do jogo. No entanto, o time de Laranjeiras se reergueu no segundo tempo e, apesar de ter levado o terceiro gol do Fla por Filipe Luís, o Flu conseguiu balançar a rede duas vezes. Luccas Claro e Evanilson foram os responsáveis pelos gols do time de Laranjeiras.

Após o jogo, Jorge Jesus justificou o destaque do Flu no segundo tempo com dois motivos: o primeiro, seria porque o time da Gávea não conseguiu manter o mesmo ritmo de jogo durante todo o tempo.

"Foi um grande jogo. O Flamengo durante uma hora foi uma equipe de alto nível com os dias que tem de trabalho. Foi nosso terceiro jogo, o Fluminense fez o oitavo. Não demos hipótese alguma ao Fluminense. Fizemos três gols, o Fluminense fez um de bola parada e depois o árbitro quis que o Fluminense entrasse no jogo. Jogar no nível que o Flamengo jogou hoje é muito difícil de parar. Mas ainda não temos pique para todo o jogo", afirmou o Mister.

O segundo motivo pelo qual Jorge Jesus justificou o crescimento do Flu em campo foi porque o árbitro Grazianni Maciel Rocha "quis que o Fluminense entrasse no jogo."

"Quem controla o impedimento? É o árbitro. Eles fizeram os gols e nitidamente o árbitro quis que o Fluminense entrasse no jogo. A partir daí, acreditaram que poderiam buscar o 3 x 3, ganharam emocionalmente e terminarem o jogo atuando no limite do risco. Para o Flamengo, jogar por 3 a 2 ou 3 a 1, o importante é manter o estilo de jogo. Estamos em evolução e jogamos para ganhar os jogos. Não há nenhuma equipe do mundo que jogue os 90 minutos em cima do adversário. Se fosse, não seria 3 x 0, seria 6 x 0", disse ele.

Jorge Jesus, que considera o Carioca uma pré-temporada e que afirma que esse torneio serve como treino para o Fla, ainda falou sobre o time da Gávea estar em "outro patamar."

"O fato dos jogos serem oficiais não me permitem fazer cinco, seis substituições, como seria em uma pré-temporada normal. Se são os primeiros jogos do ano, é pré-temporada. Nosso adversário queria vencer o título, mas estamos em outro patamar como diz o outro", contou o Mister.

O Flamengo agora se prepara para as próximas partidas. No próximo domingo (16), o time da Gávea enfrenta o Athletico na final da Supercopa do Brasil. O Rubro-Negro também aguarda o resultado do confronto entre o Boavista e Volta Redonda para saber quem vai enfrentar no duelo final da Taça Guanabara.

Veja também