Gonçalense de 12 anos vence pela terceira vez evento de jiu-jitsu nos EUA

A família de Renan ainda sofre com os custos das competições

Escrito por Redação 11/02/2020 17:16, atualizado em 11/02/2020 15:48


Por Ana Carolina Moraes*

Renan Ottoni é um pequeno gonçalense de 12 anos que já é premiado como gente grande. O menino é lutador de jiu-jitsu e, no último domingo (09), conquistou pela terceira vez o campeonato internacional denominado Pan Kids, em Long Beach, na Califórnia, nos Estados Unidos. Renan é morador do bairro Jardim Catarina e descobriu seu talento para a luta ainda bem pequeno.

Renan tinha seis anos quando seu primo, Jefferson Ottoni, aconselhou seus pais a colocarem o menino em uma academia de luta para ver se ele gostava do esporte. "O meu sobrinho Jefferson já era faixa preta em jiu-jitsu na época e ele falou para levarmos o Renan para uma academia lá no Jardim Catarina mesmo para ver se ele ia ter "jeito para a coisa". Levamos o Renan, ele fez duas aulas experimentais, gostou e compramos o kimono dele. Depois disso, vimos que ele tinha talento", disse Gerson Ottoni, de 60 anos, pai do pequeno Renan.

De lá para cá, foi só sucesso. O menino veio se destacando em diversas competições e ganhou inúmeras medalhas. Em 2018, por exemplo, Renan venceu o Pan-Americano da SAF, o Brasileiro da CBJJ, em São Paulo, e o Estadual pela FJJ-Rio. Além disso, ele foi bicampeão sul-americano da IBJJF (2017-18) e tricampeão da competição Rei do Rio (2016-17-18). Foi também em 2018 que Renan levou para casa o seu primeiro ouro do Pan Kids, competição que o fez lutar contra pessoas de todo o mundo. "É uma emoção muito grande", contou Gerson.

Após isso, Renan continuou se dedicando a luta e, em 2019, venceu o Pan Kids pela segunda vez. Este ano, o menino, que também levou o ouro para casa, venceu, em sua categoria, cerca de nove concorrentes do mundo todo. Para o pai do pequeno atleta, a emoção de ver o filho conquistando seu espaço no esporte é enorme.

"Eu estou transbordando de orgulho. É um sonho. Eu, como pai, e a mãe dele, Rita, sempre incentivamos ele, desde que ele falou que queria fazer isso. Foi um tiro no escuro", contou o pai emocionado.

Apesar do sucesso, a família ainda sofre com a falta da ajuda de patrocinadores, como relata o pai de Renan. "A gente busca patrocinadores, prefiro chamar de apoiadores, pois é tudo muito caro, a inscrição sempre é mais de R$100,00, além de gastos com a passagem e alimentação", contou ele. Para quem se interessou pela história de Renan e quiser conhecer mais ou ajudar o pequeno com investimentos, basta entrar em contato com Gerson Ottoni pelo telefone (021) 98471-3662.

Recordando - No início de fevereiro de 2019, o jornal O SÃO GONÇALO publicou a história de Renan, o menino que orgulha sua família e leva o nome do município através de seu talento no jiu-jitsu. Desde aquela época, Renan vem desenvolvendo seus talentos para o esporte na academia Alliance Jiu-Jitsu, que se localiza no Rio, e, lá, ele conta com o apoio e incentivo do mestre Alexandre Paiva, mais conhecido como Gigi.



*Estagiária sob supervisão de Thiago Soares

O jovem tem apenas 12 anos e já é tricampeão
O jovem tem apenas 12 anos e já é tricampeão . Foto por Arquivo pessoal
O menino conseguiu o primeiro lugar e derrotou cerca de mais nove concorrentes
O menino conseguiu o primeiro lugar e derrotou cerca de mais nove concorrentes. Foto por Arquivo pessoal
Renan treina com Alexandre Paiva, mais conhecido como Gigi
Renan treina com Alexandre Paiva, mais conhecido como Gigi. Foto por Arquivo pessoal

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas