Após caso de Michael, Corinthians não pretende fazer mais negócios com o Goiás

A proposta do Timão pelo jogador teria sido menosprezada pelo Goiás

Enviado Direto da Redação
Sem Michael, o Timão segue a procura de um um jogador de beirada

Sem Michael, o Timão segue a procura de um um jogador de beirada

Foto: Divulgação


A relação entre Corinthians e Goiás está balançada após a negociação fracassada do alvinegro pelo atacante Michael, que foi cedido ao Flamengo por um oferta superior.


Após o anúncio do sucesso na negociação de Michael com o rubro-negro, o Corinthians anunciou por nota oficial a desistência do negócio, por fim criticando a postura do Goiás. 


O gestor do time esmeraldino, Túlio Lustosa, procurou a diretoria do Timão para conversar sobre a nota publicada e ainda aproveitou para pedir jogadores por empréstimo. E a resposta do diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, foi clara: "Não há a menor possibilidade da realização de negociações entre as duas diretorias".


O desentendimento entre o Corinthians e Goiás se deu pela forma como o time esmeraldino tratou a proposta de 5 milhões de euros mais a inclusão de 50% dos direitos de Michael.


O presidente do clube goiano chegou a dizer na imprensa que não faria "Black Friday" em negociações, menosprezando de forma pública a oferta do Timão. Já Túlio Lustrosa, também deu respostas via imprensa e não procurou o alvinegro para responder sobre a proposta feita.


Sem Michael, o Timão segue a procura de um jogador de beirada. Colocando o "plano B" em ação, o colombiano Cristian Dájome entrou na mirada do clube, que está negociando.

Veja também