Conmebol devolverá dinheiro de ingressos vendidos para final da Libertadores

Troca de ingressos não será feita de maneira automática

Enviado Direto da Redação
Entidade pretende conversar com companhias aéreas atrás de uma negociação

Entidade pretende conversar com companhias aéreas atrás de uma negociação

Foto: Divulgação

Após a decisão de mudar o local da final da Libertadores de Santiago, no Chile, para Lima, no Peru, a Conmebol divulgou informações sobre os procedimentos que serão tomados em relação aos torcedores que já haviam comprado ingressos para a partida em terras chilenas.

Foi revelado pela entidade que o dinheiro será devolvido e a prioridade de nova compra será dada a quem já tinha ingressos. Ou seja, a troca dos ingressos não será feita de maneira automática. Os torcedores podem decidir se vão ficar apenas com o valor em dinheiro, sem a obrigação de ter que comprar ingressos para o novo local de partida.

A Conmebol também disse que pretende conversar com as companhias aéreas para explicar a mudança e tentar negociar tarifas especiais para remarcações e novos voos.

Leia na íntegra a nota divulgada pela entidade:

"Com a mudança de sede da final única para a cidade de Lima, e considerando que os torcedores de ambas as equipes podem manter ou mudar suas decisões de viajar, a CONMEBOL estabelece as seguintes modalidades:

A) CONMEBOL devolverá 100% do valor das entradas aos torcedores que tenham comprado por meio da forma de pagamento pela qual realizaram a compra.

B) Aos mesmos torcedores se emitirá um novo código, que lhes dará direito de preferência de compra em até 72 horas. Após o prazo, o código ficará inválido, e as entradas serão colocadas à venda para o público geral."

Veja também