Com aproximação do Z-4, Botafogo teme caos nas finanças

Obras no CT e esportes olímpicos foram engavetados

Escrito por Redação 05/11/2019 10:18, atualizado em 05/11/2019 11:18
Nesta semana, o Botafogo enfrenta o líder Flamengo
Nesta semana, o Botafogo enfrenta o líder Flamengo . Foto: Divulgação/Botafogo

No fim do primeiro turno do Brasileirão, o Botafogo inspirava confiança e chegava a sonhar com a Libertadores, já que ocupava o 10º lugar na tabela e tinha 27 pontos, mas agora o time concentra todos os seus esforços em se manter longe do Z-4. Só depois de conseguir se livrar da degola, o clube começará a pensar no futuro.



O futuro do clube depende da permanência na Série A. Caso seja rebaixado, isso significa que contratos terão que ser revisados, o time receberá cotas menores de televisão, a Botafogo S/A seria ameaçada e o clube terá dificuldade em atrair novos patrocinadores. Por exemplo, sem a parceira com a Caixa desde janeiro, o Botafogo não conseguiu ocupar o principal espaço do seu uniforme.



Com esse clima, projetos, como o novo centro de treinamentos, estão sendo engavetados e os funcionários estão com salários atrasados e o clube está sem recursos para bancar contas básicas, como água e luz. Outras competições também estão paradas, já que todos os recursos estão sendo direcionados para o futebol profissional.


Outra questão preocupante é o técnico Alberto Valentim que, em cinco  jogos no comando, ganhou um e perdeu quatro. No quesito gols, o Botafogo de Valentim marcou três e sofreu 12. Nas próximas oito partidas restantes, o clube vai passar por extremos. Os primeiros quatro jogos serão contra times do G-8 e os quatro últimos serão contra clubes que lutam contra o rebaixamento. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas