Atacante Diego Souza diz que greve no Botafogo vai continuar

O jogador diz que situação não pode ser vista com normalidade

Enviado Direto da Redação
O jogador diz que situação não pode ser vista com normalidade

O jogador diz que situação não pode ser vista com normalidade

Foto: Divulgação/Botafogo

Embora tenha apresentado alguns bons resultados em campo, o Botafogo vive uma situação dramática fora dos gramados. Passando por graves problemas financeiros envolvendo atraso de salários e torcedores criando 'vaquinhas' para comprar cestas básicas para funcionários, os jogadores do Alvinegro já se se recusaram a dar entrevistas em lugares que as marcas dos patrocinadores estejam expostas.

Perguntado sobre o assunto, o atacante Diego Souza ressaltou que, mesmo que a situação não afete o desempenho do time em campo, ela não pode ser vista com normalidade.

"A gente acredita nas pessoas que comandam o futebol, que estão no dia a dia com a gente. A gente sabe das dificuldades, sabe que não é normal, mas a gente vai continuar trabalhando forte, isso não vai mudar no nosso trabalho. Só que em relação a outros funcionários que não têm essa força e a gente pode fazer alguma coisa por eles, a greve continua sim. A gente não pode achar normal o que acontece.", afirmou Diego.

O próximo confronto do Botafogo acontece no próximo sábado contra o Ceará, pela 19ª rodada do Brasileirão.

Veja também