Dívida com a Globo e ato trabalhista sufocam as finanças do Botafogo

O clube deve mais de R$ 20 milhões à emissora

Enviado Direto da Redação
Clube sobrevive da venda de atletas

Clube sobrevive da venda de atletas

Foto: Divulgação

Entre as principais receitas dos clubes de futebol do Brasil estão o dinheiro dos direitos de transmissão pagos pela Globo. Contudo, com o Botafogo essa situação está um pouco diferente. Isso porque o clube tem uma dívida de R$ 22 milhões com a emissora, sendo metade do dinheiro da temporada de 2019 e a outra metade da temporada de 2020. As informações são do site fogãonet.

O que o Botafogo não contava era que a Globo mudaria a forma de cobrança com o clube. Agora, ao invés de cobrar de forma linear como fora acordado antes, a Globo pega do clube todo o dinheiro disponível em cada mês. Assim, o dinheiro do direito de transmissão que ajudaria no pagamento de salários de jogadores e funcionários está sendo destinado de volta para a própria emissora para pagar essa dívida. Sem esse dinheiro, o clube se mantém de pé apenas com a venda de atletas.

O clube espera ver o dinheiro da emissora no final de setembro, que é quando os R$ 11 milhões devidos de 2019 serão quitados com a emissora. Vale lembrar, que o Botafogo também gasta mensalmente o valor de R$ 1,76 milhão com ato trabalhista, o que permite uma fila de de credores de dívidas trabalhistas e evita penhoras inesperadas. Apenas contratos pós 2014 conseguem “passar” desse sistema.

Ao todo, o clube já gastou R$ 90 milhões com essas dívidas e o dinheiro também é tirado da quantia da Globo. Ainda falta para o clube pagar R$ 117 milhões em acordo vai até 2024. 

O que o Botafogo terá em outubro então será a quantia da Globo menos os R$ 1,76 milhão de atos trabalhistas. Isso não dá para pagar todos no clube, mas vai ajudar. Vale lembrar que o time ainda vai receber uma quantia em dezembro pela posição alcançada no Campeonato Brasileiro, o clube está no 10° lugar na disputa.

Veja também