Praia de Itacoatiara, em Niterói, recebe competição de Bodysurf

O torneio tem seis categorias e uma variedade de prêmios

Enviado Direto da Redação

Um dos maiores nomes da modalidade, Kalani Lattanzi promove, pela segunda vez, o “Itacoatiara Bodysurf Classic”, um campeonato de surfe de peito com seis categorias, atletas internacionais e um prêmio incrível: o campeão da modalidade “handsurf” vai viajar para Indonésia com Kalani. Nesta edição, o campeonato ainda será válido como a terceira etapa do Circuito Brasileiro de Bodysurf.

Com previsão de boas ondas, o campeonato deve acontecer até sábado (13). A disputa contempla as seguintes categorias: Bodysurf Open, Handsurf Open, Bodysurf Feminino, Bodysurf Master (35 anos ou mais), Bodysurf Junior e Local Hero (dedicada aos atletas niteroienses).

“Sou um grande entusiasta do surf de peito, então organizei tudo com muito afinco e carinho. Vai ser uma competição de alto nível, com categorias diversificadas para contemplar todos e todas. Além do prêmio principal (a viagem para Indonésia), teremos pés de pato Kpaloa, handplanes, lycras e outros materiais esportivos. Vai ser demais”, projeta Kalani.

Conhecido por pegar ondas gigantes, Kalani já foi homenageado no Museu do Surf em Portugal por surfar uma das maiores ondas do planeta usando apenas o corpo. Ele também já faturou uma série de troféus em competições da modalidade, como o Mundial de Handsurf em Itacoatiara e o Guarda Pro Brasil, que aconteceu na Guarda do Embaú, em Santa Catarina. Dessa vez, ficará de fora das ondas, mas na torcida por todos os atletas.

“Vou me dedicar totalmente à organização do evento para que seja um grande sucesso e continue no calendário esportivo de Niterói e todo o mundo do bodysurf”, finalizou.

Veja também