ADI foca em novo desafio contra o Tupi em Minas Gerais

Time empatou com o Grêmio Novorizontino, no último domingo

Enviado Direto da Redação
Equipe de Itaboraí vai viajar para Minas Gerais para enfrentar o Tupi pela Série D nacional

Equipe de Itaboraí vai viajar para Minas Gerais para enfrentar o Tupi pela Série D nacional

Foto: Divulgação


O Itaboraí foi a única equipe carioca que pontuou na abertura da Série D do Campeonato Brasileiro. Desta forma, o feito deixa o primeiro ponto da Águia em competições com um gosto muito mais especial. Gabriel Galhardo, uma das referências do elenco, que chegou a atuar de lateral-direito quando Sanderson foi expulso diante do Novorizontino (SP), ressaltou a dificuldade da partida, mas classificou de forma positiva a pontuação obtida.


“A gente sabia que seria um jogo muito difícil, contra uma equipe muito qualificada. Muitos estão dizendo que é até um dos times favoritos para subir. Estreia é sempre muito difícil. Então, mediante às circunstâncias, de ficar com um jogador a menos, ter que mudar o posicionamento de toda a equipe, contra um time tão forte, sair com um ponto é bom. Iniciamos pontuando, o adversário não se distancia, então não foi um mal resultado. Gostei da atuação e da postura da equipe, da maneira que ela se comportou em campo. Foi uma boa estreia”, disse o meia.


No grupo do Itaboraí, dois dos três adversários foram rebaixados nos seus respectivos estaduais: Tupi, em Minas Gerais, e Hercílio Luz, em Santa Catarina. Gabriel Galhardo não acredita que isso possa influênciar em algo na Série D e reforçou o foco das equipes na competição.


“O fato das equipes terem sido rebaixadas, acredito que não quer dizer nada. É uma nova competição, são novos jogadores. O Tupi eu sei que se reforçou bastante. O Hercílio (Luz) eu não sei, não tenho muitas novidades. Acho que agora eles estão focados na Série D. O que aconteceu no Estadual, não tem muita interferência”, frisou.


Na próxima rodada, o Itaboraí sai do Rio de Janeiro rumo ao estado de Minas Gerais para enfrentar o Tupi. Galhardo projetou o duelo, ressaltando que a Águia do Leste Fluminense precisa fazer uma partida com um ritmo mais forte. Além disso, o meia frisou que o time, por mais que deseje a classificação, precisa pensar jogo a jogo.


Veja também