Flamengo recebeu mais de R$10 milhões em isenções fiscais na construção do CT

Verba foi arrecadada ente 2013 e 2014

Enviado Direto da Redação
Última e mais moderna fase da obra do CT foi concluída em 2018

Última e mais moderna fase da obra do CT foi concluída em 2018

Foto: Divulgação

A construção do Centro de Treinamentos do Flamengo, o Ninho do Urubu, que foi atingido por um grande incêndio, deixando 10 atletas de base mortos, na semana passada, foi beneficiada com a colaboração de aproximadamente R$10,3 milhões, em valores corrigidos pela inflação, de programas de renúncia fiscal do governo do Rio de Janeiro. As informações são da Folha de São Paulo.

Segundo os dados divulgados pela Folha, a quantia foi captada entre os anos de 2013 e 2014. A cervejaria Ambev e a empresa de materiais de construções Lafarge foram as contribuintes. Segundo a legislação, os governos autorizam que empresas abatam uma porcentagem do imposto devido para aplicar em projetos aprovados pelo poder público.

Segundo detalhamento da Folha, o Flamengo arrecadou R$2,5 milhões (R$3,9 milhões em valores corrigidos) para construir o CT. Já em 2014, o clube obteve R$4,5 milhões (R$6,5 milhões em valores corrigidos).

Veja também