Skatista gonçalense que vive nos Estados Unidos criará projeto social na Vila Ipiranga

'Skate Salva' terá início ainda este ano

Escrito por Redação 20/04/2018 00:33, atualizado em 07/01/2018 10:38
>> Anderson voltará ao Brasil no meio do ano para coordenar o projeto no Fonseca e viver com a família
>> Anderson voltará ao Brasil no meio do ano para coordenar o projeto no Fonseca e viver com a família . Foto: Romulo Carrete



O mesmo skate que é utilizado para manobras radicais também serve para mudar o curso da vida. Este é o caso do gonçalense Anderson Stevie, que já chegou a ser preso por associação ao tráfico de drogas, mas que conseguiu dar a volta por cima, se tornando um skatista profissional.


Mesmo morando nos Estados Unidos, o jovem de 25 anos, não esquece a desigualdade social de seu país e já trabalha na realização de um projeto social, o “Skate Salva”, que deve ter início no segundo semestre deste ano, na comunidade da Vila Ipiranga, no Fonseca, em Niterói.


“A iniciativa consiste em levar cultura e educação até a comunidade. Através do esporte a gente consegue encontrar caminhos na vida. Não necessariamente para ser um profissional, mas o meio esportivo te faz enxergar outros caminhos de sucesso. Por exemplo, os professores que darão oficinas de cabeleireiro, artes marciais, designer, entre outras, todos vieram do skate”, disse.


Embora tenha sido criado no Bairro Almerinda, em São Gonçalo, Anderson escolheu a Vila Ipiranga por lembrar a sua origem sobre as quatro rodinhas.


“Lá na Vila, tem um pico que eu sempre quis produzir um vídeo de skate para mostrar aos gringos, isso sempre foi um sonho e felizmente consegui um espaço para sediar o projeto”, finalizou.


Por Rennan Rebello

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas