Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Acusados por crime de ódio a Vini Jr. podem pegar 4 anos de prisão

Quatro torcedores são acusados pelo caso

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 05 de dezembro de 2023 - 23:00
Em janeiro, torcedores de rival do Real Madrid enforcaram boneco de Vini Jr.
Em janeiro, torcedores de rival do Real Madrid enforcaram boneco de Vini Jr. -

Um promotor do Ministério Público de Madri, responsável pelo caso dos crimes de ódio cometidos contra o jogador gonçalenses Vinícius Jr., pediu que os responsáveis pelo crime, torcedores do Atlético de Madrid, sejam sentenciados a pelo menos quatro anos de prisão.

A ação cobra a pena para quatro homens, identificados como potenciais responsáveis pela simulação de um enforcamento de Vini Jr. na capital espanhola. Eles são acusados pelo órgão de "ameaça contra os direitos fundamentais e às liberdades públicas".


Leia também:

➢ Nikolas Ferreira é condenado em segunda instância por transfobia

➢ Jogador é suspeito de matar namorado da ex e abusar sexualmente dela


Os quatro também devem, caso condenados pelo crime, pagar 6 mil euros, o equivalente a cerca de 32 mil reais, como indenização simbólica ao jogador. No texto da acusação, o MP identifica que a manifestação como um "sinal inequívoco de desprezo e repúdio à cor da pele da vítima e uma tentativa de minar sua paz de espírito".

O crime aconteceu em janeiro desse ano. Na ocasião, torcedores do Atlético de Madrid - equipe rival ao Real Madrid onde Vini joga - penduraram um boneco do jogador amarrado pelo pescoço em uma ponte na capital. No mesmo local, o grupo pendurou uma faixa com a frase "Madrid odeia o Real".

Matérias Relacionadas