Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Ciclista de 43 anos morre após engolir abelha durante treino

O atleta teve um choque anafilático (reação alérgica)

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 31 de março de 2023 - 22:08
Waldonilton de Andrade Reis, atleta de 43 anos
Waldonilton de Andrade Reis, atleta de 43 anos -

Morreu, na última quinta-feira (30), Waldonilton de Andrade Reis, atleta de 43 anos, após ter um choque anafilático (reação alérgica), que segundo a família, foi causado pela ingestão de uma abelha. 

O atleta realizava um treino de ciclismo na orla da praia da Ponta Negra, em Manaus, no dia 2 de março, quando o fato aconteceu. 

Waldonilton ficou 21 dias internado em um hospital da capital amazonense, mas não resistiu e teve morte encefálica constatada. De acordo com familiares, a última interação do atleta com outras pessoas, foi relatando que havia ingerido um inseto durante a prática esportiva.

Irmã do atleta, Rosilene Reis falou sobre o ocorrido em entrevista para o site "G1". No depoimento, ela afirmou que o irmão teve dificuldades para ser atendido no local e que passou cerca de 20 minutos com dificuldade para respirar na ausência de um atendimento de primeiros socorros.

A irmã também conta que, após minutos de desespero por parte de pessoas que tentaram ajudar o Waldonilton na orla, um sargento do Corpo de Bombeiros chegou até o local e conseguiu reanimá-lo. Logo em seguida, o ciclista foi conduzido para o hospital na cidade e após 21 dias não sobreviveu ao trauma.

Aos 43 anos, Waldonilton era adepto ao ciclismo, mas era profissional do remo. Na modalidade, disputando competições pelo Esporte Clube Remo, no Pará, ele chegou a ser bicampeão Norte-Nordeste de Remo, em Brasília.

Matérias Relacionadas