Atletas da Associação de Boxe Niterói vencem Carioca

Academia ficou na terceira colocação geral por equipes

Escrito por *Pedro Di Marco 01/04/2022 14:08, atualizado em 01/04/2022 14:28
Mariana e Mykael exibindo suas medalhas de ouro
Mariana e Mykael exibindo suas medalhas de ouro . Foto: Divulgação

Os atletas Mariana Veloso, de 23 anos, e Mykael Laurentino, de 13, da Associação de Boxe Niterói, venceram o Campeonato Carioca de Boxe, promovido pela Federação de Boxe do Estado do Rio de Janeiro (FEBERJ), na Academia de Boxe Santa Rosa, na Gamboa, no Centro do Rio, na última semana.

A Associação de Boxe Niterói chegou a um terceiro pódio com o pugilista Lincoln Reis, que levou o bronze em sua categoria, além de ter conquistado a terceira colocação geral por equipes. Wallace Laurentino, co-treinador do grupo ao lado de Mayara Micaela, destacou o preparo de seus atletas, mostrando-se muito satisfeito com o resultado.

“Os dois atletas estavam super bem preparados. Já conhecíamos nossos adversários, então foi mais fácil montar o plano tático, já sabíamos o que esperar. A Mariana já havia feito um sparring com a Maíra anteriormente e o Mykael já havia enfrentado o Gabriel no festival de lutas do governo do estado do Rio de Janeiro, em dezembro do ano passado. [À época], não saímos com a vitória, mas identificamos o que ficou faltando e fizemos os ajustes necessários. Foram duas lutaças e saímos com a vitória.”

Mariana comemorou a conquista do primeiro título de sua carreira, ressaltando que houve um esforço conjunto para sua vitória, que não teria conseguido sem o apoio de seu mestre, amigos e familiares e que sua sensação agora é de “dever cumprido”.

“A sensação de conquistar o meu primeiro título é de dever cumprido, de recompensa por todo o esforço, treinamento e sobretudo renúncia a qual nós atletas somos expostos, e isso independe da idade. Sem dúvida alguma, a ansiedade bate mais forte em momentos decisivos como esse, mas acredito na minha equipe e no meu processo. Não ganhei sozinha, essa vitória é principalmente do meu mestre, dos meus colegas e de todos que vem me apoiando até então.”, destacou a pugilista.

Por sua vez, Mykael, que já havia enfrentado o atleta Gabriel Luiz em combate disputadíssimo, em dezembro do ano passado, sofrendo dura derrota à época, entrou no ringue não só em busca do título, mas também da revanche.

“Ser campeão carioca em 2022 foi um grande passo para a minha carreira e meu currículo, uma mistura de sensações que eu não sentia há muito tempo, mesmo tendo competido anteriormente no boxe. Era a final do campeonato carioca e o Gabriel já tinha me vencido no Festival de Lutas do Governo do Estado do Rio de Janeiro, em dezembro. Então, sabia que seria uma guerra e estava determinado a vencer. Meu planejamento nos treinos foi todo voltado para esta luta. Sabia que tinha faltado volume de golpes no nosso primeiro confronto. Então esse fator foi ajustado e a tática utilizada repetida exaustivamente em treinos específicos, simulando a forma que ele luta, com meu parceiro de treino, o também atleta, Giulyan Ladeira, que me ajudou muito nesta luta.”, relatou o jovem.

O próximo compromisso dos atletas será pela Copa Open Boxe, que terá lugar no Barra World Shopping & Park, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, no dia 23.

*Sob supervisão de Cyntia Fonseca

/Mariana e Mykael exibindo suas medalhas de ouro
Mariana e Mykael exibindo suas medalhas de ouro. Foto por Divulgação
/Mariana durante a final contra a atleta Maíra Joana
Mariana durante a final contra a atleta Maíra Joana. Foto por Divulgação
/Mykael Laurentino, de 13 anos
Mykael Laurentino, de 13 anos. Foto por Divulgação

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas