Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2089 | Euro R$ 5,5496
Search

Em sua terceira final olímpica, Zanetti termina em oitavo lugar

tive o melhor resultado, mas saio satisfeito porque coloquei em prática o que vinha treinando”. Na outra final masculina do dia, Caio Souza terminou em oitavo no salto

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 02 de agosto de 2021 - 09:30
Ginasta brasileiro sai satisfeito com o desempenho apresentado nos Jogos de Tóquio
Ginasta brasileiro sai satisfeito com o desempenho apresentado nos Jogos de Tóquio -

Arthur Zanetti chegou a Tóquio disposto a fazer história. Após conquistar o ouro em Londres 2012 e a prata no Rio 2016, o ginasta buscava se tornar o primeiro atleta a ter três medalhas olímpicas nas argolas. A missão estava longe de ser fácil. Além dessa escrita, Zanetti tinha pela frente adversários do primeiro escalão, como o campeão olímpico Eleftherios Petrounias (Grécia) e o campeão mundial Yang Liu (China).

Com uma apresentação segura, mas uma falha na aterrissagem, Zanetti somou 14.133 pontos e terminou em oitavo lugar. Apesar de não ter conquistado a medalha dessa vez, o campeão olímpico saiu satisfeito com o resultado.

“Temos que sair felizes em tudo na nossa vida. Não é porque errei que tenho que sair triste. Saí feliz porque arrisquei. Tinha que arriscar e, como falei, ninguém sabe o quanto sofri pra fazer essa saída. Machuquei o pé várias vezes para fazer a saída e, se eu não tivesse feito isso hoje, com certeza ficaria triste. Pelas notas que venho tirando nas apresentações, ficaria em quarto e quinto. Aí você me veria triste, porque não arrisquei. Não tive o melhor resultado, mas saio satisfeito porque coloquei em prática o que vinha treinando”.

Na outra final masculina do dia, Caio Souza terminou em oitavo no salto. O brasileiro somou 14.466 e 12.900 em seus dois saltos, ficando com uma média de 13.683.

(Comitê Olímpico do Brasil)

Matérias Relacionadas