Conmebol recebe 50 mil doses de imunizantes contra o Coronavírus

Delegações que participarão da Copa América devem ser os primeiros vacinados

Escrito por Redação 29/04/2021 13:13, atualizado em 29/04/2021 14:04
Presidente da Conmebol posou para foto ao lado da taça da Copa América e do lote de vacinas
Presidente da Conmebol posou para foto ao lado da taça da Copa América e do lote de vacinas . Foto: Reprodução/Instagram

O presidente da Conmebol, Alejando Domínguez, ratificou que as 50 mil vacinas contra a Covid-19 chegaram às mãos da entidade, em doação feita pelo laboratório chinês Sinovac. Os imunizantes chegaram em Montevidéu, no Uuruguai, e serão repassados aos países da América do Sul.

"As vacinas para o futebol sul-americano já chegaram na América do Sul. A Conmebol se tornará a primeira organização civil do mundo a realizar uma vacinação que beneficiará milhares de famílias nos 10 países e representará uma valiosa cooperação com as campanhas de imunização promovidas pelos governos", comentou o dirigente nas redes sociais, em registro ao lado da taça da Copa América.

"A vacinação é um grande avanço em direção ao que todos almejamos: a volta plena do futebol, com sua explosão de cor, alegria e paixão, no campo e nas arquibancadas", escreveu. "A Conmebol está trabalhando incansavelmente e nos orgulhamos dos grandes passos que demos até agora", acrescentou.

A aplicação das vacinas serão nas seleções que participarão da Copa América e nos times que atuarem pela Copa Libertadores e Sul-Americana. A entidade tem intenção de imunizar as equipes masculinas e femininas da primeira divisão dos países filiados, e também os juízes e os profissionais envolvidos nos jogos.

No Brasil, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) precisa do aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para ter acesso aos imunizantes. Seguindo a Lei n°14.125/2021, que permite a importação de vacinas contra a Covid-19 para o Brasil, as vacinas serão distribuídas ao SUS, para assim serem incluídas no Programa Nacional de Imunizações (PNI).

A pandemia afetou os torneios e calendários do futebol organizado pela Conmebol. Em 2020, a própria Copa América precisou ser adiada, enquanto em 2021, foram os confrontos das Eliminatórias. A libertadores, por exemplo, ficou aproximadamente seis meses suspensa apor conta deste cenário pandêmico.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas