Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1891 Euro down 5,2530
Search

Ferj e clubes discutem teste com público no próximo Fla-Flu, no Maracanã

Clássico será no próximo dia 14

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 06 de março de 2021 - 15:40
Teste pode ser feito na partida entre Flamengo e Fluminense
Teste pode ser feito na partida entre Flamengo e Fluminense -

Em encontro virtual com os profissionais de saúde dos clubes, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) debateu nesta sexta-feira (5) a presença do público em jogos da competição, em estágio de testes.

O propósito é liberar a entrada de alguns convidados de cada equipe com o exame de IgG positivo para o Coronavírus, que na teoria estariam imunizados. O projeto é apenas para o Estádio do Maracanã, sem as pessoas do grupo de risco e com possível início na terceira rodada, com o Fla-Flu.

O objetivo é colocar em prática, para quando o público for liberado pelas autoridades locais, os protocolos do “Jogo Seguro” tenha os procedimentos ajeitados e tenha disciplina e controle no local.

Botafogo, Flamengo, Fluminense, Vasco e as equipes de menor expressão aceitaram o projeto. Os clubes vão mandar listas pessoais e intransferíveis para o seleto grupo que marcará presença na partida.

Na partida da primeira rodada entre Flamengo e Nova Iguaçu, tiveram testemunhos de convidados nas estruturas do Maracanã. Um total de 20 pessoas de cada lado esteve nas cadeiras do estádio. O presidente da Ferj, Rubens Lopes, e o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, marcaram presença no Maracanã. Nesta ocasião, o clube não afirmou ter feito testes e evitou comentar sobre convidados.

O encontro com a temática foi em um momento pouco oportuno, tendo em vista o aumento de casos em todo país e o estágio de atenção em diversas regiões. Até a última sexta-feira (5), os campeonatos estaduais do Paraná, de Santa Catarina e do Acre já haviam paralisado.

A federação carioca está de acordo com as medidas do estado. Caso o governo opte pela paralisação, o campeonato vai parar. No entanto, os médicos dos clubes do Rio criaram o "Jogo Seguro", material de biossegurança de grande relevância no Brasil. No documento, são trabalhados as questões e protocolos sanitários. No que diz respeito à paralisação, apenas os órgãos públicos são encarregados desta determinação. 

Matérias Relacionadas