Goleiro Bruno pode ser contratado para atuar em clube gonçalense

O Atlético Carioca segue na série C do Carioca

Escrito por Redação 23/01/2021 15:23, atualizado em 23/01/2021 16:18
O caso foi anunciado nas redes sociais do presidente do clube gonçalense
O caso foi anunciado nas redes sociais do presidente do clube gonçalense . Foto: Reprodução/Internet

O goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Eliza Samúdio, pode ser o novo reforço do Atlético Carioca, de São Gonçalo. Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, de O DIA, o presidente da agremiação, Maicon Villela, está em negociação com o empresário de Bruno, Bruno Kling. A informação foi confirmada por Villela em uma rede social.

Em seu post, Villela informar aos torcedores do clube gonçalense sobre a novidade antes que a mídia os informe. "No primeiro contato, ele (o jogador Bruno) se interessou sobre a possibilidade de jogar pelo clube e ajudar a gente no tão sonhado acesso à B2", escreveu o presidente do clube gonçalense.

Vilela prosseguiu no post dizendo que não iria postar nenhuma frase sobre segundas chances. "Todo bom time começa por um bom goleiro e dentro do campo ter o Bruno atuando pelo clube será de grande importância. Gostaria de pedir apenas respeito. Ninguém é obrigado aceitar, apenas respeite e ponto", disse ele ao se referir aos que não concordam com ele na contratação do jogador. E finalizou dizendo que as conversas com o empresário de Bruno estão se encaminhando.

Bruno, ex-goleiro do Flamengo, foi declarado culpado pela morte da modelo Eliza Samudio, que ocorreu em 2010. Ele foi preso e condenado  a 20 anos e 9 meses de prisão, no entanto, ele agora está em regime semiaberto. Bruno estava, recentemente, atuando no Rio Branco-AC, na série C do Brasileiro. Na época, o time foi muito criticado por causa da contratação do atleta. Já o Atlético Carioca disputa a série C do Carioca. 

Segundo Fábia, Bruno também foi sondado por um clube de Angra dos Reis.

A assessoria de Bruno ainda não se pronunciou sobre o tema.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas