Estaduais?

Enviado Direto da Redação

Eu até agora não consigo entender como os estaduais conseguem se manter. Num mundo onde o futebol exige que os clubes sejam cada vez mais profissionais e responsáveis, nós ainda termos os regionais me parece uma perda de tempo. Se não vejamos: hoje, o time que ganha o estadual, seja ele onde for, basicamente não é lembrado. A gente sabe que o Vasco ganhou as últimas duas vezes, mas alguém se lembrava quando havia sido a última vez?

Mais: aqueles que perdem, muitas vezes acabam por tomar decisões que em nada ajudam na temporada. Técnicos são mandados embora antes da hora, jogadores são encostados, os torcedores que não vão aos estádios assistir as partidas da competição resolvem que tem que fazer pressão. Quer dizer, quando se ganha ninguém liga, mas quando se perde é uma bola de neve. E isso quando temos que aguentar diversos jogos onde todo mundo sabe quem vai ganhar, onde jogadores tem que jogar em estádios ruins com grama ruim, no começo de temporada embaixo de um sol dos infernos, correndo o risco de se machucar antes mesmo das competições que realmente importam a começarem.

Isso sem falar na regras, que basicamente mudam de um ano para outro, fazendo com que o torcedor tenha que ficar permanentemente atento para conseguir entender o mínimo do que está acontecendo. Vejamos o Carioca: esse ano, voltamos com a fórmula de dois turnos, onde num os times dos grupos enfrentam os outros do mesmo grupo, e depois quando eles se cruzam. Ok. Mas nesse ano foi inventado também a tal da semifinal geral. A regra do campeonato diz que vencedores das Taças Guanabara e Rio estarão nas semis de qualquer maneira. Já os outros dois times serão escolhidos através da classificação geral, ou seja, aqueles que fizeram mais pontos nos dois turnos somados.

Entretanto, o regulamento também diz que existe nesses confrontos a tal da vantagem do empate. Mas quem fica com ela? Os melhores classificados na classificação geral. O que quer dizer que após a rodada desse fim de semana, já se sabia que Flamengo e Fluminense teriam a vantagem do empate nas semifinais gerais, quando encaram Botafogo e Vasco, respectivamente. Se é assim, então pra que serve a Taça Rio? Para acabar com o planejamento de Flamengo, Botafogo e Fluminense, só pode ser, já que os três disputam outras competições.

Agora, eu quero ser bem claro com o leitor quando eu digo que sim, pra mim, os estaduais têm que acabar. Ou no mínimo tem que ser feita uma remodelação total, com menos datas, mais clássicos, jogos mais decisivos e coisa e tal. O Carioca desse ano só serviu pra provar isso. Afinal de contas, a única coisa que essa nova fórmula fez foi nos fazer esperar duas semanas a mais para vermos os jogos decisivos. Dessa maneira fica muito complicado defender.

Eu encerro por aqui, porque se tiver que falar das federações, e principalmente da Ferj, isso deixa de ser coluna para virar livro.

Veja também