Quando a coisa começa a dar errado…

Enviado Direto da Redação

Eu juro que eu não sei por onde começar. O jogo de domingo entre Vasco e Flamengo deu assunto até dizer chega. Mas vamos começar com o que mais chamou a atenção. Como o ‘juizão’ me marca aquele pênalti? Luiz Antônio Silva Santos foi uma lástima no lance que decretou o empate. Como um juiz de futebol pode, tão longe do lance, marcar a penalidade com a bola tocando na barriga do jogador? O bandeira também não viu? E aquele que fica atrás do gol? Parece que realmente não seve pra nada, não é?

Mas o problema é muito maior do que o erro do árbitro. Porque se ele está ali apitando, é porque tem alguém que acha que ele é capaz disso. A Federação do Rio vem fazendo lambança há muito tempo. Leva uma parte bem razoável das bilheterias das partidas. Força os clubes a jogarem onde ela quer. No horário que lhe convém. E treina muito mal seus juízes. Alguém lembra de algum juiz carioca apitando algum jogo importante do Brasileirão? Eu não.

Esse problema, que é enorme em todo o futebol brasileiro, parece incrivelmente maior aqui. E a federação não faz nada a respeito. Colocar o cara na geladeira vai adiantar de alguma coisa? Claro que não. Ele volta e faz besteira de novo. É necessária uma reavaliação da maneira como se forma os apitadores no país, e principalmente no Rio de Janeiro. Profissionalize a profissão, dêem cursos maiores pros caras, coloque o juiz de video, alguma coisa. Mas que não deixem mais um personagem que não deveria dizer o placar final do jogo entrar no campo de futebol.

Começou… - Eu nunca fui muito fã da contratação de Luis Fabiano. Não que ache que ele não possa jogar em alto nível, mas ele tem um histórico de descontrole invejável até por gente como Neymar, ou André Luiz, aquele que tirou o cartão da mão do juiz. O Vasco deveria ter perdido para o Flamengo, e quando isso acontecesse, seria culpa dele. Jogador profissional não pode ser assim.

Faltou - Claro que o torcedor flamenguista ficou com o jogo atravessado na garganta. Mas antes da expulsão de Luis Fabiano, o Vasco foi o melhor time em campo. A falta que Guerrero, Diego e Trauco fizeram foi absurda. O que é uma má notícia, porque se os três continuarem a jogar bem, serão convocados mais vezes.

Reencontro - O Botafogo se reencontrou com Loco Abreu e fez dois a zero para vencer o Bangu. Depois de dois resultados ruins em clássicos, o alvinegro precisava da vitória. Mas ainda foi um time bem abaixo do que se espera. E a expulsão de Pimpão foi mais que justa. Se ele pensa que estava jogando o Carioca com espirito de Libertadores, está muito enganado.

Tranquilo - No único jogo tranquilo do Campeonato Carioca, o Fluminense venceu por três a zero o time do Macaé e seguiu na liderança do seu grupo. Alias, os dois últimos jogos de Richarlison foram ótimos. O que é ótimo para Abel Braga. Ficar sem Scarpa não tem sido tão ruim.

É hoje - O Brasil volta a campo hoje pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, jogando contra o Paraguai, em São Paulo. E se vencer, pode até já se classificar para a Copa do Mundo da Rússia. Com a seleção jogando da maneira que está, um resultado diferente de vitória é difícil de acreditar. E há quem tenha dito que a geração era ruim. O problema estava no banco. E ainda bem que já foi.

Veja também